domingo, 30 de novembro de 2008

hermanias

Estava agora mesmo a falar com um amigo meu que tinha visto o vídeo com o Herman José a fazer de adepto do Sporting, que coloquei no post anterior. Dizia-me ele: "ai e tal, os Gatos é que estão a rular e os Contemporâneos é que têm piada agora. O Herman está 'morto' em termos de comédia e mediatismo."

Ao que respondi: "epáh, vai-te embora e não me chateies..."

A verdade é que o Herman para mim já não é o senhor da comédia que foi durante 20 ou mais anos. No entanto temos que reconhecer que até ao inicio deste novo milénio não houve ninguém que conseguísse estar lá no topo tanto tempo como o Herman esteve. Talvez porque o nosso país é pequenino e uma pessoa bastava para ser "Rei" e agora deixa de o ser porque há Internets, Youtubes, televisão por cabo, por satélite, etc...talvez porque agora a oferta de entretenimento é tão variada, que o Herman deixa de se destacar no meio...

Concordo que ele tornou-se parolo, convencido e talvez um pouco fora da realidade...Mas a verdade é que admiro o homem pelo que fez, pelas gargalhadas que me deu, pelo entretenimento que me proporcionou ao longo de vários anos. E creio que estar a dizer "ai agora os gatos é que é e o herman não presta" é estarmos a desvalorizar muito rapidamente as pessoas, é estarmos a trocar e mudar de opinião cada vez que o vento muda de direcção...

Os "Gatos" são engraçados e os Contemporâneos também...mas para se ser verdadeiramente uma estrela tem-se que se aguentar estar lá no topo por algumas décadas.

Toda a gente se lembra do êxito Macarena no entanto ninguém deve saber o nome da banda. No entanto se mencionar o nome Rolling Stones, mesmo que não gostem, saberão definitivamente de quem estou a falar...

Quem não se lembra destes?



Êxitos fugazes encontram-se aos montes...uma estrela nasce quando consegue manter o ritmo e consegue manter-se "no topo"...o que é raro...

...muito raro...

Volta Herman, tás perdoado...



Leia Mais…

Biba o Sporting

Devo confessar que não sou adepto do futebol português. Acho que é uma perda de tempo. Fica-se ali uma hora e meia a verem 22 mangalhos a correrem. Não há jogo, não há ritmo..há sim faltas, isso há bastantes.

No entanto sou sportinguista, mas não sou grande adepto. Creio que dos 3 grandes clubes, o sporting é o mais calminho, é sempre aquele que não está envolvido em grandes polémicas e não mostra ter o maior número de loucos e fanáticos. Mas mesmo assim não sou grande adepto. Não me importa se perde ou ganha. Importou-me no dia em que perdeu o jogo da Final da taça UEFA no próprio estádio. Isso sim, fiquei chateado devido ao desperdício de uma oportunidade de jogar uma Final de uma competição Europeia no próprio estádio. No entanto, de resto, nada me afecta. Dou-vos o exemplo de ter já estado no Estádio da Luz (a ver o Manchester United) e nunca ter estado no Estádio de Alvalade XXI.

Quem me conhece sabe que o futebol inglês é que é. E que terei sempre aquela coisinha pelo grande Manchester...já desde o tempo de Eric Cantona...

Mas recebi um vídeo de uma amiga no outro dia e vou colocá-lo aqui e fico já com o meu dever de adepto cumprido para o ano...

Biba o Sporting....

....e biba o Beira-Mar também!




Leia Mais…

sábado, 29 de novembro de 2008

Situações gasosas...

Há coisas na vida que fazem uma pessoa puxar pelos cabelos. Assim de cabeça ocorre-me isto, isto e mais isto...

No entanto, devo dizer que odeio estar num sítio público com alguém, particularmente uma rapariga e sentir que alguém à minha volta expeliu um gás...comumente referido como peido.

Ainda no outro dia fui ver a peça de teatro que referi uns posts atrás e estava acompanhado por 3 raparigas...sim, só três...já vos estou a ouvir dizer: "epáh, oh joão, tu que és um Deus entre as mulheres, só estavas com 3 meninas?!? Mas tu tavas doente?"

Sim amigos, tinha apanhado uma sinusite..mas isso não interessa...

O que interessa é que a meio da peça de teatro começo a sentir um cheiro a trampa e penso para mim: "opah, agora é que eu tou feito..elas vão pensar que fui eu...sim...não tenho como provar...tá tudo arruinado, ainda por cima este cheiro vem de alguém que andou a comer marisco...o homem deve tar morto por dentro..."

Enquanto isto já sentia todos a olharem para mim, porque nestas situações eu começo logo a pensar que tá tudo a olhar para mim com ar de reprovação...mas na verdade ninguém tá a olhar, é só paranóia minha...

O cheiro intensifica-se..."aiii minha nossa senhora que o homem deve ter uma botija de peido dentro dele..."

O que é que se faz nestas situações embaraçosas?!Sorri-se feito parvo? Faz-se um ar de reprovação? Diz-se alguma coisa?Tipo: "Para o senhor com problemas de tripa, o WC é na segunda porta à esquerda...Obrigado!"

Um dia compro uns óculos que deixem ver as coisas assim:

Leia Mais…

palabreado

Esta quarta-feira o meu professor Roger Keynes fez uma apresentação acerca do trabalho que está a desenvolver no campo das Neurociências. Foi fascinante. Não pelo trabalho em si, isso não, isso de andar lá a mexer em nervos e coiso são cenas que metem nojo e que nos desviam do caminho do Senhor.

O que é fascinante é o sotaque dos Ingleses. Isso sim, é muito fascinante. E digo-vos porquê...

Porque basicamente uma pessoa com aquele sotaque "perfuma" as palavras. Então quando se trata de uma sexy lady a falar comigo, fico logo hipnotizado. Ela bem pode estar a dizer que tem fissuras ou que adora o Belzebu, que para mim vai soar como a "Für Elise" de Beethoven.

Seja como for, o meu professor ao falar com sotaque british naqueles termos científicos complexos, tipo "oxigénio", "espinal medula", "fígado" e "bisturi" (este último ainda não sei o que é) consegue transformar qualquer discurso do Jorge Sampaio em autênticas odes à beleza humana...O homem podia tar a vender-me veneno que eu comprava na mesma...

Dou-vos o exemplo da célebre frase do Wiston Churchill durante a Grande Guerra:

"We shall defend our island, whatever the cost may be, we shall fight on the beaches, we shall fight on the landing grounds, we shall fight in the fields and in the streets, we shall fight in the hills; we shall never surrender. "

Verdadeiramente inspirador e comovente...

Agora imaginem este discurso dado pelo Marques Mendes ou o grande Santana Lopes....Estaríamos todos a falar alemão agora...

"Iremos lutar nas praias..."
-AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH...Claro que vou lutar lá...vou lutar pelo meu pedaço de areia na Praia da Rocha, vou lutar pelo pedaço de frango com arroz...vou lutar contra a merda a boiar no mar

"Iremos lutar nas ruas..."
- Pois sim, vamos ali para Chelas ou Cacém que já temos lá muita luta..não precisamos de alemães cá para nada. Podíamos era lutar contra o desemprego e analfabetismo...isso é que era jeitoso...

Digo-vos....estes ingleses podiam ter o mundo nas mãos...mas em vez disso, escolhem uma ilha para viver...pff...idiotas...

hmm...



Leia Mais…

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

upgrade

eish!

que bacano que eu sou...agora sempre que virem um link nos meus posts, tipo assim, não precisam de abrir uma janela aparte! Não não!
Aqui o vosso amigo nuninho alterou a configuração inter-matricial dos códigos javascript compilados em linux e MS-DOS (tudo enquanto fazia ponto-cruz) para que seja possível, sempre que clicam num link, abrir uma outra janela automaticamente sem perturbar esta vossa janela que contem o blog...

pois...para vocês pode ser fácil...mas para mim é tão difícil como lamber o meu próprio cotovelo...
mas vá, experimentem lá:

Cliquem aqui!

não é giro?

vá, mais uma vez, cliquem lá à vontade...

não cliquem é neste...

(aposto que tentaram lamber o cotovelo...)

Leia Mais…

Biography Channel

Descobri o trailer do próximo documentário do Biography Channel.

(com som)





O que se inventa enquanto se espera por um gel de electroforese...

Leia Mais…

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Footlights

Amanhã (quarta-feira) vou ver uma peça de teatro no ADC Theater.


Este local é o teatro dos Cambridge University Footlights Dramatic Club mais conhecidos por Footlights. O sitio em si é um casebre, nada de especial...aqui conta mais quem é que pisou aquele palco...e como podem verificar, nomes como Hugh Laurie, Steven Fry, Emma Thompson e o grande John Cleese (Monty Python) são apenas algumas caras que por lá actuaram nos seus tempos de estudantada...

Eram actores amadores e hoje são figuras internacionalmente reconhecidas...

A peça será acerca da tragédia grega do Minotauro. Sim, aquela figura mitológica de um homem com cabeça de touro. Eu por mim acho que a mulher andava-lhe a meter os cornos...e meteu tanto que o gajo virou boi mesmo...ah! ah! ah!

A história também conta com Teseu (com este nome possivelmente era actor porno) e Ícaro (o gajo que fez asas a partir de cera dos ouvidos).

Estou ansioso. Há muito que já não vejo uma peça de teatro. Pelo menos irei estar entre as quatro paredes que um dia acolheram grandes nomes da representação...Um local lendário por estas bandas britânicas...






Leia Mais…

Cuba libre

O frio aqui aperta que até parece que estou na Sibéria...

e hoje deu-me gozo vir para casa a ouvir isto:



muito bom mesmo...

Leia Mais…

domingo, 23 de novembro de 2008

Miguel Jaques

Só para verem o quão eu estou deslocado do cenário musical hoje em dia, descrevo-vos o seguinte episódio que aconteceu hoje. Quando acordei, liguei a televisão porque não me apetecia estar a fazer conversa com ela...(não, tou a brincar...estava sozinho)

Estava a dar World Music Awards e estava a Beyonce a cantar e aos pulos. Bom, até aqui tudo bem. O pior é quando aparece o apresentador (que não faço a mínima ideia de quem era) a dizer que estes prémios eram os únicos verdadeiramente mundiais e que os vencedores eram escolhidos pelo número de discos vendidos, impacto no mundo da música, blá blá blá...

Eu não vi a cerimónia toda porque em 30 artistas que lá apareceram, reconheci 3 ou 4...

No entanto gostei de uma parte que era a entrega do prémio: "World's Best Pop Male Artist"


Candidatos

Kid Rock
Enrique Iglésias
James Blunt
Michael Jackson

(silêncio...)

hã?!?!? Michael Jackson ainda está vivo?!?!? Nesta altura já me tinha engasgado quando o nome dele apareceu...e pensei: "eish, eu é que estou mesmo desligado disto...então o gajo editou alguma coisa ultimamente? O gajo não foi acusado de biolar criancinhas e de dar beijinhos nas suas pilinhas?!?"

A última coisa que eu li acerca dele é que se tinha enfiado em Bahrain e vestido uns lençóis nos cornos...

O espanto foi quando o prémio foi para o Kid Rock!
Não que o Kid Rock seja chunga...nada disso, até curto o rapaz, embora não conheça muitas musicas...mas eu quando era puto tava acostumado a ver o Mike (sim, chamo-lhe mike porque somos compinchas) a ganhar tudo onde tivesse enfiado...até casos de pedofilia...

Eu sinceramente não sei o que é que um e outro fizeram este ano, mas veio-me como uma surpresa o mike ter aparecido como candidato e depois ter perdido...

Muita coisa pode ser dita acerca dele, mas a verdade é que sempre admirei o artista, pondo sempre de parte o que o homem fazia nos tempos livres. Se tirava a prisão de ventre aos miúdos, se pintava a cara de branco, se batia umas ao macaco de estimação, se roncava que nem um porco numa câmara de oxigénio...a mim nada disso importava...o que eu gostava era de ver o moço a dançar...era isso que me delirava...ahh ganda mike...o que tu eras, o que tu és e no que te poderias tornar seu maluco...

Diga-se o que se disser...o homem é o ícone do entretenimento e passados 30 anos ainda ouço músicas na rádio. Ainda no outro dia estava no lab, sozinho na sala de cultura de células, a fazer uma trasfecção em neurónios, e no rádio ouvia-se "Billie Jean" e por muitos anos que aquilo tenha e embora eu já não seja o fanzã que era, não consegui de evitar mexer os pézinhos...lá tava eu sentado, com células numa mão, plasmídeos na outra e pimba, timidamente a mexer os pézinhos e a cantarolar baixinho (tuuuruutururutuu)

Volta pá, tás perdoado...




Leia Mais…

dar na fruta...

Depois da refeição de ontem e após ter acordado hoje assim, decidi mudar os meus hábitos alimentares. Por isso, quando hoje fui ao Tesco (tipo Jumbo cá do sitio) fui visitar a secção de legumes e fruta...

Eish...onde é que me fui meter...que zona vazia...passeei lá com o carrinho...não se via nenhum inglês por lá...era só eu e as prateleiras ainda cheias de fruta e legumes...conseguia ouvir a minhoquinha ainda a mastigar lentamente a folha de alface..."shuin shuin shuin" - fazia ela.

...ainda estranhei...e até pensei: "epah, espera lá...isto para tar ainda tudo cheio é porque ninguém pega nesta merda...será que tem veneno ou dá diarreia?!? Já tenho planos para a semana, não me dava nada jeito ter uma brutal diarreia..."

Lá peguei numa maçã e timidamente cheirei-a...

"snif snif"

...metia-a no carrinho e prossegui...

Quando passei na secção das batatas fritas, cum catano, era só cambada atropelarem-se uns aos outros para terem as batatas mais oleosas...tipo gordos a darem pontapés em criancinhas e tal...

Para evitar as filas para fazer o pagamento, abri uma embalagem de bacon e deixei-a lá num canto, debaixo de uma prateleira...pimba, passados 3 minutos eles já a tinham cheirado...

No fim das compras lá trazia eu uns 20kg de fruta e legumes...e vinha contente, porque sei que agora estou assim e um dia vou ficar assim........(pois)

Até tirei foto e tudo...



Os legumes resumem-se a um saco já com uma variedade de legumada cortadinha e tal...tudo muito fino...

Leia Mais…

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

junk food

Para aqueles que me conhecem, sabem que eu sou um exímio cozinheiro. A minha arte mistura-se com ciência na criação de maravilhosos pitéus...É de conhecimento público que quando quero fazer uma omeleta, no fim sai arroz...Verdadeiramente um mago na cozinha...

Só que cozinhar requer trabalho e paciência...algo que eu não tenho após uma longa semana cheia de trabalho...por isso mesmo, hoje, sexta-feira à noite, decido comprar qualquer coisa que seja fácil de cozinhar..daquela junk-food que só esconde cada vez mais os meus fantásticos abdominais...

Fui ao supermercado e compro duas embalagens de "pronto a comer":

- Uma custou 2,5 libras
- A outra custou 99pence (tipo 99 cêntimos)

Ora bem, aqui em Inglaterra é tudo caro...tipo, um ovo aqui custa mais que uma galinha em Portugal...Por isso sempre que pegarem em algo que custe apenas 99pences, fiquem já com a garantia que se trata de um aglomerado de merda embalada...

Pois bem, assim aconteceu...O dito produto "pronto a comer" era arroz com Chilli ! Pois, já vos estou a ouvir a dizer: "uiii joão...o que foste tu comprar...meu maluco..."
Eu sei que já tava a contar com merda com feijões, por isso é que comprei a outra embalagem...só queria experimentar...

O primeiro sintoma aparece quando eu tenho a embalagem no micro-ondas a cozinhar. Começa a ganhar vida um cheiro a sovaco de cavalo com transpiração sebosa no ar. A planta que estava na cozinha morreu logo...e eu comecei a pensar se era boa ideia meter aquilo na bucha...A verdade é que fui corajoso e destemido e enfiei com grande orgulho aquela trampa pela goela abaixo...




Daqui a umas horas informo-vos se ocorreu algo de estranho...A embalagem apontava alguns efeitos secundários...

Leia Mais…

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

O segredo de Victoria...

A publicidade sempre foi uma coisa chata...tipo fissuras no rabo (que espero nunca bir a ter)...um gajo gosta de alibiar a tripa, mas sabe que bai doer...pois bem, um gajo gosta de ber um bom filme ou uma boa série de televisão, mas sabe que lá tem que aturar com meia hora de publicidade idiota onde toda a gente sorri e o mundo é mais feliz, só porque se bebe Compal ou se compra Arroz Cigala...

Mas há certos anúncios que um gajo gosta de ver e até acha piada. E não estou a falar do anúncio do "Tou sim?! É para mim!!". Estou a falar daqueles que metem estilo...que fazem um gajo pensar: "eh pah, não mexas mais...que este anúncio é de campeão!"

Pois bem. Mostro-vos um em que mete uma deusa e um ícone da musica...Verdadeiramente saborosa...a gaja, o gajo não...

O anúncio é simples, a música é simples mas arrasadora (tinha que ser) e depois não há discursos, não há piadas, não há sorrisos a fingir haver um mundo melhor...apenas uma música e duas pessoas a "dançarem" em Veneza...

Ele possui o dom da escrita...ela possui o dom da beleza...simples mas único...



PS: Esta pequena musa diz ser virgem...pois bem, se são destas que os terroristas islâmicos recebem no paraíso, digam-me onde é que está a ficha de inscrição...

Leia Mais…

domingo, 16 de novembro de 2008

para ela...

(com som)


Leia Mais…

"O Pilantra"

Cambridge é uma cidade que considero bastante segura. Digo isto, porque como sou pilantra e gatuno, consigo cheirar a presença de agentes de autoridade. E se os policias cheirassem a peixe, eu estaria no Mercado do Peixe de Aveiro, ou num filme porno de baixo orçamento...

No entanto, no Bairro onde vivo (sim, gosto de dizer "Bairro", porque eu sou da street...) tem patrulha de segurança, além de os vizinhos estarem atentos uns pelos outros. Pois é. Quando se paga quase 500 euros por quarto, deve-se ter direito a patrulha de vigia, aquecimento e a uns rissóis de carne. Isto significa uma de duas coisas:

1 - O meu Bairro é tipo o Casal Ventoso e necessita de patrulha,

2 - O meu Bairro é tipo o bairro do amor, do Jorge Palma...

O que estes ingleses não sabem é que agora está aqui um Português a viver...e é sabido que os Portugueses gostam de leitores de DVD, de televisões (com o canal Benfica, de preferência), de aparelhagens e pataniscas de bacalhau. Assim, o gatuno que está dentro de mim vai ter finalmente oportunidade para se expressar...

Falamos mais tarde porque a vizinha da frente acaba de sair...


Leia Mais…

sábado, 15 de novembro de 2008

A fucking fairy tale...


Estava na passada quinta feira todo mamado da noite de quarta (festa da tequila). Passei o dia todo cansado, as minhas pernas tavam mortas clinicamente e estava com um soneira...No entanto tinha este filme (completamente legal!) para ver:

In Bruges

Recomendo vivamente!

Para mim um dos melhores filmes do ano, sem a mais pequena dúvida. A primeira vez que tinha lido sobre o filme, foi num pequeno cantinho da revista Empire que costumava ler na Holanda, que anunciava que tinha sido o filme de abertura de um festival qualquer tipo Sundance ou assim um desses festivais de filmes independentes e pobres (sim, sou elitista e só gosto de filmes com porrada, com o Steven Seagal e o Chuck Norris). Já lá vão uns valentes meses que tinha lido sobre o filme...no entanto só há pouco tempo estreou em Portugal...

Só vos digo que para quem estava com uma soneira naquela noite, o filme fez-me acordar e rir que nem um parvo...mas como já sou parvo também não custou muito...

Bruges é uma cidade lindíssima e a primeira vez que lá fui, lembro-me de receber uma mensagem de uma amiga minha que me descrevia a cidade como "fairy tale". Pois bem, vejam o filme e visitem a cidade e saberão do que falo...

Uma das melhores interpretações de Colin Farrel, senão a melhor até agora, embora eu ache que ele não tenha estado mal no "Recruta" (se bem que Al Pacino e um bom argumento façam parecer até o Paulo Pires um actor de verdade) e em "Phone Booth", porque para mim um gajo que tá 1 hora de filme dentro de uma cabine telefónica tem que ter valor...

E depois há sempre o grande Ralph Fiennes que é simplesmente o meu herói...




PS: "A palavra Fuck e seus derivados são ditos 126 vezes nos 107 minutos de filme, dando uma média de 1,18 Fucks por minuto." - in blog

Leia Mais…

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Outros tempos...

Epah...tava hoje a ir para o lab de manhã quando vejo um gajo de óculos escuros andar de skate pela rua e lembrei-me de um vídeo que tinha visto no blog de um amigo meu. Não me lembro do nome do blog senão punha aqui o endereço.

Este vídeo é estúpido mas catita porque faz-me lembrar os tempos de liceu ou de faculdade, durante aquelas tardes de primavera ou de verão em que não apetecia fazer nada e juntava-se a malta toda e dizíamos merda o resto da tarde ou íamos para a praia a tarde toda, com 5 exames no dia a seguir...ou fazíamos qualquer coisa ainda mais estúpida...

Então este vídeo mostra uns "atrasados mentais" que como não tinham mais nada que fazer naquele dia, metem-se a inventar palhaçadas. É algo simples, mas que tem um efeito porreiro. Então aquela musiquinha por trás mesmo à estudante dá-lhe mesmo o ar de faculdade freaks...

Curto principalmente a cena do elevador...

Velhos tempos de não fazer nenhum e tar na palhaçada com a malta...

Leia Mais…

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

The Day The Earth Stood Still

Estava agora a comentar com o David um trailer de um filme que parece ser fantástico. É um remake (ou sequela?) do filme "The day the Earth stood still" de 1951. O original é daqueles filmes antigos, a preto e branco, mas bastante girinho.

Eu não sou adepto de ficção científica, mas achei engraçado e gostei do original e estou à espera de ver este novo. Acho que o trailer está bastante interessante, embora o David ache que o robot é feito de pano...

Mas a nossa conversa andou à volta das capacidades de representação extraordinárias do Keanu Reeves. Este homem apresenta uma panóplia de expressões diferentes.

Senão reparem, ele sempre que aparece tem sempre a mesma cara e a mesma intensidade de voz...Podiam por o gajo a falar para a câmera e depois acrescentar digitalmente os diversos cenários, tipo o gajo no hospital, o gajo no interrogatório, o gajo na floresta, o gajo no carro, a fazer compras no Lidl, a passear o cão, etc.

Apreciem lá o trailer e vejam se eu não tenho razão:

Leia Mais…

ChronoPhage

Isto aqui em Cambridge há muita coisa para ber...do tipo, coisas antigas, os Colégios todos, a Ponte de Newton (que irei mostrar mais tarde), igrejas, cemitérios e pastelarias venezuelanas...mas depois há também coisas que nos fazem parar e pensar:

"mas que merda é esta?"

Tive exactamente esse mesmo pensamento há umas noites atrás quando vi isto:




Mostro-vos uma foto de dia:


Agora vocês olham para isto e perguntam-me: "Mas oh Grande João Nuno, tu que sabes tudo, diz-me lá o que é isto."

Pronto amigos, acalmai-vos...É só um relógio...

Mas não é um relógio qualquer, não não...É o Corpus Clock!

Foi criado por John Taylor e representa a "Besta" que come o tempo. É um Chronophage! Designado como "time eater", que em português significa feijoada alentejana.

Foi inaugurado no mês de Setembro deste ano por Stephen Hawking. Custou um MILHÃO de libras e envolveu o trabalho de 200 pessoas, incluindo engenheiros, cientistas, escultores e um lateral do Rio Ave.

Demorou 7 anos a ser feito e incorpora 6 invenções patenteadas (incluindo uma receita de Bacalhau à Zé do Pipo) e é feito de OURO. A parte frontal de ouro foi feita numa base militar secreta na Holanda, única no mundo preparada para criar tal material com tal forma...




Estima-se que irá funcionar durante os próximos 250 anos...

Leia Mais…

Tequila Party!!!

Club Fez ---> Tequila Party ---> Tequila de borla -->
.
.
.
Morte cerebral...






Este aqui é o Roberto. É da Hungria e é médico psiquiatra. Já ganhou um paciente...




e mais gente...




Caos no fim:

Leia Mais…

Cambridge by Night...

Aqui em Cambridge existem diversas associações, nomeadamente a Associação Hispânica, a Italiana, a Portuguesa, etc. O Horácio, o meu colega de casa, é o Presidente da Associação Hispânica e convidou-me para entrar. Lá me inscrevi e aproveitei uma festa que eles organizaram no Club Fez. Era a festa da Tequila!

Perdi-me todo. Perdi o Norte, o Sul e os outros dois que não me lembro agora...

Mas antes da festa, tive a dar uma volta por Cambridge à noite e a tirar umas fotos. A noite estava arrasadora com um luar daqueles mesmo à Edgar Allan Poe. Tentei tirar umas fotos catitas, no entanto, à noite fica difícil apanhar luz e por isso tenho que deixar o obturador mais tempo aberto o que causa algum "tremer" na imagem.

Mas cá estão elas:




King's College






Que noite...

Leia Mais…

terça-feira, 11 de novembro de 2008

xuba e bento

Ontem choveu água, como eu já não via há tempos, tipo sábado passado...E ia eu na rua e parecia que estava num país tropical. Via pessoas de calções, outras com xanatas nos pés, e a maioria andar debaixo de chuva pesada sem um guarda-chuva. Comecei-me a sentir um rabeta, visto ser o único com roupa de Inverno e com guarda-chuva.

Mas é natural, com toda esta gordura eles não terem frio, uma vez que têm reservas de "óleo Fula" dentro das veias e a rodear os nervos sensoriais...e também não usam guarda-chuva porque a pele é tão gordurosa que repele a chuva, tipo impermeável orgânico.

Por aqui não importa se a comida está salgada ou picante...importa sim, o nível de gordura. A comidinha tem que estar naquele ponto ideal de gordura. Eu chamo-lhe o ponto de enfarte. Aqui, a forma de elogiar a refeição de alguém é ter um AVC no fim.

Leia Mais…

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Brrrr

Aqui faz tanto frio que quando atiro pedacinhos de pão aos patos, no caminho eles congelam e acabam por aleijar os patos...E a chuva é tanta que parece que Deus se esqueceu de desligar a torneira aqui do sitio desde altura do Dilúvio...

(risos)




Leia Mais…

English Breakfast

No Youth Hostel onde dormi oferecia gratuitamente (o que é uma palavra rara de se ouvir em Inglaterra) o pequeno-almoço. Eu, todo contente, lá fiz o esforço de levantar os galhos da cama para ir saborear uma bela tostinha com manteiga ou uma frutinha. Quando me dirijo para a sala de refeições começo a sentir um leve odor a fritos que começa a ganhar força à medida que me aproximo. Quando lá chego, o odor é tal intenso que parece que as moléculas da gordura se unem às minhas moléculas da pele criando uma espécie de matriz inter-molecular que reflecte a luz como se eu fosse um espelho e que faz com que a minha roupa se escorregue pelo meu corpo. Bom, nesta altura só me apetece vomitar ou gritar por ajuda. O pior estaria para vir quando pego no meu tabuleiro e me dirijo para o balcão para ver o que é que havia para encher o bandulho. Aí deparo-me com o chamado English Breakfast que não passa de gordura com mais gordura. Certas receitas ainda adicionam uma pitada de gordura...em cima do resto de gordura. Aliás, o prato é feito de um material especial que consegue segurar aquele lago de gordura impedindo assim que ela caia, o que seria um desgosto tremendo.

Não consegui tirar foto porque sinceramente não iria conseguir segurar na máquina, tal era a gordura no meu corpo só de estar ali...mas fui buscar uma (podem clicar para aumentar) à internet:



Eu quase que conseguia ver o colesterol acumular-se nas veias dos gajos. Naquele momento descobri, por observação directa, que os ingleses são brancos e pálidos porque basicamente o sangue não consegue correr nas veias, visto estarem bloqueadas com salsichas e feijões. Tudo cozinhado em óleo vegetal, porque não queremos cá apanhar enfartes e coisas assim chatas.

Leia Mais…

A. R. Cornelius

Então não é que durante a minha pesquisa árdua, em sistemas enzimáticos complexos de substituição, me deparo com a informação de que o Hugh Laurie (Dr. House) estudou aqui em Cambridge no Colégio de Selwyn. Pois é, esse grande colégio que também acolheu o A. R. Cornelius. Sim, esse mesmo, o ex-Presidente do Supremo Tribunal do Paquistão. Sinceramente não sabia que o ilustre Cornelius tinha estudado no mesmo colégio que o Hugh Laurie.

Estamos sempre aprender, meus amigos...


Leia Mais…

Gerbásio, o quiróptero...

Arranjei a mascote para o meu quarto. Chama-se Gerbásio e é um morcego fluorescente. Arranjei-o numa festa de Halloween. Nessa festa encontrei um alemão de Freiburg que estuda Biologia Mecânica que andava pela casa com uma caveira de cabra a fazer "buuuh" as pessoas. Conheci também um brasileiro advogado que já tava meio mamado com a bebida e um chinês que estudava politica internacional. Meti-me com o chinês a mandar farpas sobre a China não respeitar os direitos humanos e de que os chineses são amarelos porque mijam contra o vento. O chinês começou a chorar...

Não, tou a brincar. Ficámos amigos.

No fim conheci uma saborosa "enfermeira" da Argentina...apanhei logo priopismo para ver o que é que ela me podia fazer...




Leia Mais…

King's College

Como sabem, existem vários Colleges que pertencem à Universidade de Cambridge. Um destes Colleges é o King's College que para mim é um dos mais imponentes e magníficos em Cambridge.

Se quiserem podem saber um pouco mais acerca da história deste "monumento" aqui. No entanto, o que a História relatar não importa, porque uma coisa é certa, ninguém fica indiferente a esta magnifica estrutura graciosa.

Eu que o diga que no outro dia estava com um colega a vir do Bonfire Night de bicicleta (toda rota,e a cair aos bocados) e "sinto" algo no meu lado direito e dou uma olhadela, quando me deparo com uma estrutura gigantesca que põe qualquer humano de joelhos. Fiquei tão hipnotizado que me ia espetando contra um carro. O que vale é que tenho reflexos de gato e escolhi um poste em vez do carro...

Hoje fui até lá e tirei umas fotos e filmei um pouco. Convido qualquer um a entrar comigo na Capela do King's College com um palito na boca, uma cerveja na mão e um saco de tremoços na outra. O desafio tá lançado...



Leia Mais…

It's just wind...

Eu quando vim para Cambridge tive que ficar 3 noites no Youth Hostel para ter tempo para encontrar um quarto. Felizmente no ultimo dia lá consegui encontrar um quartinho todo catita. Mas o que me leva a escrever isto é um episódio que ocorreu numas das noites no Youth Hostel.

Nas três noites que passei por lá, estive sempre num quarto com quatro camas (dois beliches), isto é, tive num quarto a dormir com mais três estranhos passageiros. Tudo gente porreira, gente jovem e simpática. Uma noite, estou eu a dormir tranquilamente, quando ouço um ligeiro trautear do que viria a ser a manifestação de um episódio severo de flatulência. Em português simples: um inglês gordo acaba de se peidar. Bom, é sabido que é de bom-tom manter a tripa em boas condições, mas nem todos conseguimos aguentar esse rugido gasoso. O problema com este senhor obeso é que o ligeiro trautear transformou-se numa sinfonia desafinada e grave de peidos que se prolongou por alguns minutos. Nesta fase, já todos no quarto estávamos acordados mas um pouco inseguros sobre o que dizer ou fazer. A juntar a isto tudo era o facto do Sr. Obeso estar a dormir na parte de baixo de um beliche e na parte de cima estar um simpático rapaz proveniente de Africa. Como é sabido, a flatulência (do latim flatus, que significa sopro) é descrita como uma ventosidade anal e como se trata de um gás mais leve que o ar, tem a tendência natural de subir para níveis superiores. Níveis onde se encontrava o tal jovem. O climax ocorre quando o jovem diz para ele abrir a janela porque já estava a ficar agoniado, ao que o Sr. Obeso responde muito humildemente que se tratava apenas de "vento" (it's just wind, dizia ele...).

A verdade é que nunca mais se ouviu nenhum ruído a tentar fugir do ânus do Sr. Obeso.

São daquelas histórias para se contar numa noite de Natal...

Leia Mais…

domingo, 9 de novembro de 2008

Bonfire Night



Esta Quarta-Feira, no dia 5 de Novembro, houve aqui em Cambridge, uma celebração que ocorre em todo o Reino Unido. Trata-se da Bonfire Night. Basicamente o que aconteceu foi que um sujeito chamado Guy Fawkes Night e mais uns tipos, tentaram fazer explodir o Parlamento (House of Parliament), em Londres. Bom, eles tentaram, mas falharam. Para quem viu o filme "V for Vendetta" sabe do que estou a falar. Assim, no dia 5 de Novembro celebra-se esta tentativa mandando foguetes para o ar (que ironia!) e queimando um grande monte de madeira (o chamado Bonfire) que segundo me disseram representa o castigo aplicado aos conspiradores - morte na fogueira (bem tostadinhos e salteados com uma pitada de alho). Aliás, antigamente (tipo nos dias em que um bilhete de cinema no Forum de Aveiro só custava 2 euros para estudante) era costume atirarem um boneco para o meio da fogueira, simbolizando a morte no forno do Guy Fawkes. Agora é politicamente incorrecto, se bem que eu ainda tentei mandar um inglês, mas com tanta gordura que eles comem, ficam escorregadios e difíceis de pegar...

Bom, aqui em Cambridge lançaram-se foguetes a partir de um parque enorme e até se montou uma feira, tipo Feira do Março, mas sem as barraquinhas a vender os utensílios de cozinha e afins. Milhares de pessoas reuniram-se para ver isto que no fundo não passa do lançamento de uns foguetes meios mortos e de colocar arder uma pilha de madeira. Ainda levei uma chouriça para ver se conseguia assar, mas não tive sucesso.

No meio daquilo tudo ainda consegui tirar umas fotos e filmar. No fim até conheci uma meia-duzia de portugueses e finalmente encontrei-me com uma inglesa que tinha conhecido por mail. Somando os pontinhos todos, ainda valeu a pena.

Leia Mais…

Um ano, duas aventuras...

Faz hoje um ano em que me estava atirar para uma aventura na Holanda. Neste momento, encontro-me a caminhar em Cambridge...

Leia Mais…