terça-feira, 12 de maio de 2009

Rubik's Cube




Chamam-lhe o "Número de Deus".
E não. Não me refiro ao número de Fibonacci.

Toda a gente conhece o grande cubo mágico.
Inventado nos anos 70 por um escultor e arquitecto húngaro chamado Erno Rubik. Foi a loucura nos anos 80 com toda a gente a matar-se para tentar resolver o enigmático cubo.
Toda a gente sabe que a finalidade é girar o cubo de forma a que todas as faces sejam da mesma cor. Coisa que não é muito difícil.


Erno Rubik com a sua milionária invenção

O cubo até é uma coisa gira para se ter e para nos entreter por alguns momentos. Mas para os matemáticos isto é o equivalente a um valente vibrador para os rabetas. E como é sabido, o bicho que ataca o cérebro dos rabetas gosta bastante de vibradores e utensílios de natureza intima e altamente rabetoide.

Então começaram os problemas. Os matemáticos como não têm nada para fazer, sempre que vêm assim uma coisa começam logo a criar brutais teorias de números e assim. Então a primeira coisa que fizeram foi calcular o número de combinações possíveis no cubo. Chegaram ao resultado de que o cubo tem mais de 43 MIL MILHÕES de MIL MILHÕES de possíveis combinações. É qualquer coisa como isto:

43 000 000 000 000 000 000 de possíveis combinações. (43 x 10^18)

Quiseram também saber qual é o número mínimo em que a partir de qualquer posição máxima de aleatoriedade obtinham a solução. Isto é, imaginem o cubo com as corzinhas iguais todas espalhadas e o mais afastadas possíveis umas das outras (nível máximo de aletoriedade); agora imaginem o número mínimo de movimentos que será necessário para resolver o cubo.

Matemáticamente a coisa fica mais ou menos assim:

Qual o número mais pequeno de n em que é possível resolver o cubo de Rubik apartir de uma configuração máxima de aleatoriedade, com n movimentos.

A este n os matemáticos chamam de "número de Deus".

Para conhecer este número divino seriam precisos (com os computadores actuais) cerca de 300 biliões de anos para o encontrar. Embora todas as evidências matemáticas indirectas indiquem para que o número seja .....


Querem saber qual é a resposta?

Orai ao Senhor para que vos diga...


1 Comentarios:

JB disse...

...é pá... essa treta do Cubo Mágico deu-me imensas dores de cabeça nos idos 80's...tinha eu uns 2 anos de idade (pois..queria eu)... a verdade é que consegui várias vezes concluir o enigma fácilmente...

...desmontava-o e montava-o com tudo direitinho no seu lugar...

Batota!!! diziam eles...batoteiro!!!...quem eu?? eu não, pelo contrário, como Ser inteligente que sou apenas resolvia o problema da maneira que menos energia e tempo dispendia...

...venham-me lá com histórias não??...quer dizer, quando vão arrear o calhau não levantam a tampa da sanita pois não?...perferem descobrir como essa tampa está presa à cagadeira e utilizam umas chaves de fendas para a retirarem e depois então sentarem-se confortávelmente a ler a National Geographic??...pois... é mesmo assim...