sábado, 29 de agosto de 2009

29 - Agosto - 1958



Se fosse vivo fazia hoje 51 anos de idade e fazia 40 anos de carreira. É um número impressionante digno de um Rei da Pop e melhor Artista do Milénio.

O mundo viu desaparecer a magia dos seus pés no dia 25 de Junho no que foi confirmado hoje como homicídio. O Dr. Conrad Murray é o principal suspeito numa investigação que vai fornecer aos tablóides muita tinta e pouca verdade. Relembro que o conceito de homicídio nos EUA engloba também negligência médica e não significa estritamente assassínio. Porque já há muita gente a especular que tenha sido uma morte propositada no sentido de haver intenção de o matar. Há que resfriar os ânimos e deixar a Justiça tomar o seu caminho. Eu gostava de dar um pontapé no rabo do possível arguido por me ter roubado a honra de ver Michael Jackson actuar ao vivo em apenas 20 dias após a sua morte. Podia ter esperado o malandro.



Ficam os registos para a História do homem mais famoso do planeta e aquele a quem Fred Astaire chamou o "melhor dançarino do mundo".

0 Comentarios: