quarta-feira, 30 de setembro de 2009

O voto que nunca o foi...



O meu tio JB escreveu um post agora intitulado "Questões de voto" onde afirma:

"eu não voto, ponto final."

E ainda acrescenta...

"Porque não acredito no sistema democrático que rege o nosso país"

"...estaria a mentir a mim próprio, e a compactuar com o próprio sistema se fosse sequer votar em branco."

"E infelizmente o sistema não consegue perceber, ou não quer perceber, mesmo quando chegam a existir taxas de abstenção de 60% ou superiores... dá que pensar."

"Se 60%, 50% ou mesmo 40% da população não vota, qualquer que seja a razão associada, é porque a realidade politica está carunchosa na sua base e irá acabar por cair mais cedo ou mais tarde."

Ora bem. Quem fala assim não é gago.
No entanto, é sabido que eu não respeito a opinião dos outros.
Já nasci assim - tinhoso.

Por isso é o meu dever cívico de blogueiro levantar aqui uma batalha de argumentos. No qual eu escolho aqueles que me derem mais jeito contra argumentar.

Gostaria de começar por dizer o que sempre afirmei aqui. Que o nosso sistema democrático é o menos mau de todos os outros existentes. Anarquismo não fica nada bem a quem gosta de passear à vontade na rua. Ditadura pode estragar alguns feriados e livros, e uma Monarquia tem aquela coisa de nos fazer curvar perante o Rei e fica chato para quem tem problemas nas costas.

Assim sendo, o voto é a arma de fogo que temos e que podemos usar para escolher as pessoas que serão capazes de nos representar. É óbvio que nada disto acontece no mundo real, mas nevertheless, é o que temos.

Acredito que aqui o mal não é o tipo de "jogo social" (Democracia) mas sim os "jogadores" que lá entram.

São os politicos que devem mudar. Por isso acho que se deve votar em branco em vez de se não votar. Porque a abstenção irá ser sempre interpretada como uma condição de preguiça inata ao nosso povo. Substitui "preguiça" por qualquer outra condição e terás uma possível explicação. Porque se realmente se fizessem um estudo e se vissem que 2/3 dos que não foram votar acreditam mesmo que o sistema de voto é errado, então eu iria exigir que se fizesse alguma coisa. Mas ponho as minhas mãos no fogo em como isso não é o caso.



Por isso digo que os politicos é que são todos uma cambada de pilantras. Mas o problema não é deles. É de quem vota neles. E esses somos todos nós. Não votar não os tira de lá, apenas desfaz possível competição. Não votar pode ser interpretado de muitas maneiras enquanto que votar em branco demonstra claramente um sinal de desagrado e demonstra que o eleitor fez o esforço para demonstrar isso ao ir votar.

Agora voltando ao sistema.
Que os mandatos dos Governos poderiam ser mais curtos, para termos mais hipóteses de ter algo a dizer (i.e. votar) ou que poderíamos fazer mais espécies de "referendos" como os gregos faziam. O problema aqui é a logística da coisa. Reduzirmos os mandatos não iria dar tempo a ninguém para demonstrar trabalho feito. Fazer referendos a torto e a direito seria custoso e iria haver sempre discórdia.

Por isso acho que a democracia que em Grego significa "Povo + Poder ou Governo", pode ser definida um pouco por Abraham Lincon que dizia: "Democracia é o governo do povo, pelo povo e para o povo".

É óbvio que isto é muito idealista. Mas afirmo que estou aberto a opções e estaria muito interessado em ouvi-las. Só que o problema é que até agora não encontrámos um sistema politico-social melhor.

Existem variações propostas por diversos filósofos/politólogos/sociólogos/malandros. No entanto são apenas isso - variações de um sistema democrático onde se varia a força do povo. Por exemplo, uns mais recentes dizem que os media têm um papel muito importante e que deve ser usado a favor do povo. Outros dizem ainda que o Governo tem demasiado poder, etc.

A verdade é que a arte de decidir através da discussão pública (entenda-se politica) é a melhor forma de resolver os assuntos. De comunicar com outros países. De cooperar. De desenvolver.

É claro que existem lobbies e que o nosso grupo politico está sem qualquer confiança. Para mim mete-me nojo ouvi-los a falar. Mas é que é a todos. São uma cambada de chulos que mereciam morrer na estaca.

A verdade é que estes são daqueles males que terás que conviver, mas nunca te conformar. Por isso luta sempre para achar uma solução. Estarei também deste lado a trabalhar para isso. Mas enquanto não chegamos a um sistema social que nos dê liberdade e igualdade sem medo de lobbies ou pressões, então teremos que conviver com o menos mau dos sistemas todos - a democracia.

Leia Mais…

Chamou o canalizador...




"Por isso, o Presidente ouviu hoje entidades com responsabilidades na área da segurança e ficou a saber que o sistema informático da Presidência da República tem 'vulnerabilidades"

- Presidente da República
29-Set-2009

Pois é.
Para além de ter esperado demasiado tempo para falar ao País - ainda fala mal. Para além de ter esperado demasiado tempo para averiguar a segurança do seu sistema interno - nem sequer falou com as pessoas correctas.

Aparentemente o Presidente deve ter chamado aquele familiar que todos temos, que percebe assim um bocado de computadores, para ir lá a casa ver o computador dele lá no escritório dele. Ou deve ter chamado o canalizador ou assim, porque aparentemente a malta oficial que percebe mesmo daquilo, não foi chamada.


"O Conselho de Fiscalização do Sistema de Informação da República Portuguesa (SIRP) garantiu hoje que não foi uma das entidades contactadas pelo Presidente da República a propósito da segurança dos computadores e e-mails do Palácio de Belém."

- in Público
29-Set-2009


Talvez ele diga brevemente (daqui a meses) quem é que realmente ele chamou lá a Belém...

Leia Mais…

Roman Polanski...




Roman Polanski é um realizador de cinema. No seu currículo já conta com grandes obras e até um Oscar. Entre essas obras, muito de vocês irão reconhecer "Bitter Moon", "Oliver Twist" e a obra que lhe deu o galardão máximo em Hollywood - "The Pianist".

Admito que vi algumas coisas dele, mas não sei dizer se é bom homem ou não a fazer o que faz. No entanto o que me traz aqui é diferente.

Em 1978 foi acusado de "fazer o amor" com uma menina de 13 anos. Crime esse que ele próprio admitiu e ao qual passou, devido a acordo legal, 40 dias numa prisão hospitalar para avaliar o seu estado mental. Porém, quando alegadamente a Justiça americana tinha intenções de o meter mesmo na prisão, ele fez as malas e foi comprar tabaco a França ficando por lá durante mais de 30 anos.

Foi agora apanhado na Suíça, durante uma cerimónia que o ia homenagear. Está aguardar na prisão o possível pedido de extradição por parte dos EUA.

Enquanto isto, mais de 100 figuras do cinema (maioria europeu) pedem a sua libertação...e o Governador da California (estado onde ele foi julgado) pode perdoar o seu crime. Acontece que o Governador é o Arnold Schwarzenegger.

A meu ver, creio que quando cometemos um crime, não importa se somos padres ou cardeais...creio que a Justiça é igual para todos...

Imaginem o que aconteceria a uma pessoa normal. A esta altura já estaria presa sem contestar. Por isso concordo com a sua devida condenação conduzida pelo sistema legal em vigor. Sem favores sem coisa nenhuma.

Até o maior artista do mundo tem pecados para expiar como o comum dos mortais e não se encontra acima da Lei...

Leia Mais…

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Trriinnn Trriinnn

Há pessoas que um gajo tem que admirar.
Aqui vemos Hugh Jackman e Daniel Craig a passarem-se da cabeça quando um telemóvel começa a tocar no meio de uma peça de teatro na Broadway.

Muita classe.


Leia Mais…

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Especial Eleições V: Os próximos 4 anos...



Sobre estas eleições começo por dizer que a abstenção descreve o nosso comportamento cívico. E não me digam que é porque "não concordam com o sistema de voto". Isso é merda para os meus ouvidos.

Agora passo a dizer o que toda a gente já sabe - o PS ganhou.
Para aqueles que não votaram no PS e se sentem bem por terem desfeito a maioria, lembrem-se que a maioria não será importante nem irá obrigar o PS a dançar com a direita (CDS) para aprovar projectos. Lembrem-se que à esquerda encontra-se muita (mais) boa gente...

A maioria num segundo mandato não é importante (embora fosse útil) porque para haver essa maioria, então que houvesse nos primeiros 4 anos e meio. E assim foi. Naqueles primeiros tempos onde a merda estava tão instalada, pelo PSD + CDS (com a equipa Durão, Manuela, Santana e Portas), seria obrigatoriamente necessária uma mão de ferro para meter isto no sítio. E traduza-se essa mão de ferro por reformas na função pública, na educação e saúde. E essa mão incomodou tanta gente, principalmente na função pública.

Agora vejamos os resultados (não contando com os círculos eleitorais no estrangeiro).

Ironicamente o PS foi o vencedor e o perdedor da noite. O PS é assim catano. Não se contenta só com a vitória. O PS é o único partido a perder votos em percentagem em comparação com 2005. É o único partido a dar o tombo. Mas a beleza é que se pode dar ao luxo de tombar e ainda continua a ganhar no fim.

Com o PSD a desgraça não fugiu muito de 2005, embora tenha conseguido mais 3 ou 5 novos deputados a percentagem de diferença foi de apenas 0,32%. Nem chega a meio ponto percentual (0,5%). Teve cerca de menos 7 mil votos do que em 2005. Como é natural na trampa (e na sede do poder) do PSD, já se querem ver cabeças a rolar. O mesmo sucedeu quando Marques Mendes (esse tinhoso) pedia na mesma noite a cabeça de Santana Lopes em 2005.
Este resultado do PSD só mostra o trabalho de oposição que tem vindo a fazer nestes últimos 4 anos - nenhum.
Pronto. Vá, fez uns 0,32% de oposição. Serviu para afastar as moscas ali da mesa do Sócrates...

O Bloco de Esquerda prometia, mas ficou um bocadinho aquém das expectativas. Parecia um Pulp Fiction com grandes nomes e um estilo diferente e no fim quem ganhou foi o deficiente do Forrest Gump - leia-se Paulo Portas. No entanto o BE conseguiu duplicar o número de deputados fazendo a subida mais significativa do partido que tem apenas 10 anos de vida. Um jovem no meio dos outros dinossauros.

Pois é. Portugal não conseguiu disfarçar a sua burrice e lá conseguiu dar mais 9 deputados ao CDS. São mais 9 camelos e anormais que vão sentar o cu na Assembleia da República a ler "A Bola". Mas pronto. Não há hipotese contra a estupidez.

Mas em relação aos próximos 4 anos, tenho que admitir que o PS agiu no passado com arrogância em certos assuntos e agora é bom ver Sócrates a ter que satisfazer (moderar) as suas atitutes. E o giro é que tem mais amigos à esquerda, do que à direita. E isso deixa-me contente. Foi o melhor resultado que podia ter acontecido...

Há mais para daqui a 4 anos (esperemos).


Leia Mais…

domingo, 27 de setembro de 2009

Especial Eleições IV: Quem ganhou...




(com som)

Leia Mais…

Especial Eleições III: É a botar caralho...



É este o dia em que mais de 9 milhões de pessoas podem decidir. É este o dia em que escolhemos que rumo queremos para o país. Espero que a gente escolha virar ali à esquerda no terceiro cruzamento...

Entretanto para aqueles que já foram votar ou ainda estão a fazer tempo, façam o favor de perder 5 minutos da vossa vida a fazer este teste que indica a vossa área politica. Isto é um teste sério desenvolvido por instituições sérias, por isso vão à confiança.

O giro é que podem apanhar uma surpresa...

Cliquem lá aqui e depois digam-me se fizeram merda na mesa de voto ou não.

Leia Mais…

sábado, 26 de setembro de 2009

Dia de Reflexão...

Um pouco de "diarreia mental" para vos ajudar neste dia de reflexão democrática.








Leia Mais…

Especial Eleições II: 7 pecados mortais...



Vou sair um pouco da minha "diarreia mental" que o meu querido tio JB teve a eloquência de escrever num comentário a um post anterior. Por isso mesmo vou publicar aqui em exclusivo dois posts de cariz "Special" sobre as eleições.

Vamos entrar no dia da reflexão, por isso embora esteja a escrever este post já na madrugada de sábado (26 de Setembro), oficialmente o relógio do blog regista ainda sexta-feira. Por isso estou dentro da legalidade. E como no dia de reflexão não irão ver nada da campanha na televisão, é bom que percam tempo aqui no meu estaminé a lerem algo de verdadeiro.

Queria primeiro apelar ao voto. Quem não concorda com o sistema democrático (e por isso acha que não deve ir votar) que me envie, por mail, um modelo de governação menos mau do que temos presentemente. Se não conseguirem, então levantem o cu do sofá e vão lá votar, nem que seja em branco ou nulo. Demonstrem o vosso descontentamento...

Não vou estar para aqui a dizer em quem acho que devem votar. Não tenho esse direito nem sou presunçoso a esse nível.

Apenas irei colocar aqui 7 factos que demonstram a minha visão que é aceite universalmente como a mais correcta e dogmática da Humanidade.

1 - O Governo de Sócrates não tem escutas em Belém. Isto porque de acordo com um email "interceptado" entre jornalistas do Público, verifica-se que a notícia das escutas foi "encomendada"por alguém de Belém. Então num gesto altamente estúpido, passados uns dias, o Presidente da República Cavaco Silva demite o seu assessor (de há mais de 20 anos) Fernando Lima. Só é burro quem não quer perceber que esta notícia existiu para prejudicar a campanha do Sócrates. A isso chamo jogo sujo, típico de pessoal sujo e sem escrúpulos que é típico daqueles tipos que não se sentam nem à esquerda, nem no centro. Sentam-se mais do outro lado. Também devo dizer que Cavaco (camelo) ainda não se pronunciou sobre o assunto, piorando a situação que o próprio permitiu arrastar não agindo com a IMPARCIALIDADE e isenção partidária que se exige de um Presidente da República. Isto para não dizer que "escutas em Belém" é crime de Estado e acusações destas não se devem fazer sem fundamento e devem deve ser logo remetidas para o Procurador Geral e não se deve deixar para depois das eleições.

2 - Manuela Ferreira Leite usou como arma principal na luta contra Sócrates o TGV. Criticou duramente esse projecto durante a campanha. Mas na realidade, quando era Ministra das Finanças do Governo de Durão Barroso participou na cimeira Ibérica da Figueira da Foz, em Novembro de 2003, na qual foi assinado um acordo em que o Executivo se comprometia a construir quatro linhas de TGV, dando inclusive prioridade máxima no Orçamento de Estado. Mais palavras para quê? Tá visto que esta senhora é exactamente a gente que representa - uma merda. Toda a notícia aqui.

3 - Manuela Ferreira Leite permitiu que António Preto e Helena Lopes da Costa entrassem nas listas do PSD na da líder. Estas pessoas estão acusadas em processos judiciais.

4 - De acordo com a Sábado e não só, haviam votos a serem comprados por 25 ou 30 euros entre militantes do PSD. E sabem quem é que (entre outros) eram coniventes, dando cobertura a estas práticas? António Preto e Helena Lopes da Costa. Os nomes que citei no ponto 3 que estão acusados em processos judiciais. Realmente a escumalha e merda nunca andam sozinhas...

5 - Alguém ainda se lembra do Caso Moderna que envolvia o Paulo Portas? Se eu perguntar, alguém me sabe dizer exactamente qual é a sua relação com a Universidade Moderna? Pois é. Já caiu no esquecimento. Mas a mim é difícil esquecer o que foi uma óbvia pressão politica quando na altura em que Portas era Ministro da Defesa do Governo de Durão Barroso, a sua "amiga" Ministra da Justiça Celeste Cardona conseguiu sacudir o assunto Moderna para debaixo do tapete e livrar o Paulo Portas de um assunto que lhe tava a dar assim um comicho que incomodava. Por acaso, por volta da mesma altura, o escândalo da Casa Pia rebentou, virando a atenção dos portugueses para os rabinhos das crianças. Recomendo este artigo do falecido Eduardo Prado Coelho acerca do assunto.



6 - Paulo Portas é um tipo de coragem. Cá está um homem a dançar no meio das peixeiras, a tocar pandeireta e apelar ao voto sério dos portugueses. Como é que podemos levar a sério um homem que foi demitido pelo Presidente da República há 4 anos atrás?Sim, porque não foi o Santana Lopes que foi demitido. Foi o XVI Governo Constitucional que foi demitido pela primeira vez em mais de 860 anos de história do país. Se não desempenhou bem a sua função como Ministro da Defesa, estará apto para desempenhar a de 1º Ministro?

7 - O caso Manuela Moura Guedes é algo de outro mundo. Não quero repetir o que já escrevi anteriormente. Mas peço um pouco de inteligência aqueles que ainda pensam que é tudo pressão do Sócrates por trás. A caso acontece a 1 mês das eleições e o único partido a sair prejudicado é o PS. Lembram-se de mais algum caso mediático que visava prejudicar o PS e que tenha saído nos últimos 15 dias? Senão se lembram, voltem a ler o ponto 1.

São estes os 7 pontos que me lembro agora a altas horas da noite. Nem referi a patética jogada politica de Manuela Ferreira Leite quando fez um discurso, plagiando um grande senhor - o Ditador Oliveira Salazar.
Classe.

Nem refiro o despacho de Manuela Ferreira Leite (quando era Ministra da Educação) que não permitia que os funcionários fizessem declarações aos meios de comunicação sem serem autorizados previamente. Isto é o quê? Liberdade? Ou será Censura? Ainda se usa o lápis azul? Pensem se querem isto no futuro...

E de pensar que tenho amigos meus novos e jovens que vão votar no PSD...

*suspiro*

Era para colocar aqui o longo texto que escrevi sobre o Sócrates nessa mítica madrugada de 20 de Maio. Estão lá todos os factos (e não estimativas ou coisas que se mandam para o ar sem fundamento) do que eu acho do Eng.(?) José Sócrates. Convido a lerem ou re-lerem para refrescar as vossas memórias e desse modo influenciar (à força toda) o vosso voto no dia 27.
Basta clicarem aqui. Mostrem aos vossos amigos e familiares...

Já sabem que existe ali em baixo o botãozinho para os comentários destinados aqueles que acham que não fui justo com alguma coisa que aqui escrevi.
Fiquem à vontade...

Leia Mais…

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Especial Eleições: O método de Hondt...

Toda a gente, em algum momento da sua vida, reflecte e questiona-se sobre as mais variadas coisas:

- Qual é o sentido da vida?
- Como é que aparecemos e para onde vamos?
- Como é que funciona o sistema eleitoral português?

Tenho capacidades para responder apenas à terceira...

Mas vamos lá por partes.
Isto devagarinho entende-se.

Vou fingir que vocês desse lado do computador fazem-me perguntas pertinentes e altamente interessantes acerca do nosso fascinante sistema eleitoral.



Quantos deputados existem?
A Assembleia da República é actualmente composta por 230 deputados, dos quais 4 representam os círculos eleitorais da Europa e de Fora da Europa. Os Deputados são eleitos por listas apresentadas por partidos, ou coligações de partidos, em cada círculo eleitoral para mandatos de 4 anos, correspondendo este período a uma Legislatura.

--//--

Quantos círculos eleitorais existem?
Os círculos eleitorais dividem-se do seguinte modo:
- Para o Continente existem 18 círculos eleitorais que correspondem exactamente aos 18 distritos administrativos do Continente.
- Para as Regiões Autónomas corresponde um círculo a cada uma.
- Para o território dos países europeus corresponde um círculo.
- Existe um outro círculo eleitoral para os demais países não europeus.

Assim resumindo temos 22 círculos eleitorais.

--//--

Quantos deputados podemos eleger em cada círculo eleitoral?
O número da deputados a eleger por cada círculo depende do número de cidadãos recenseados nesse mesmo círculo eleitoral. Os cidadãos portugueses residentes no estrangeiro elegem também deputados em número previamente fixado por lei, dois pelo círculo da Europa e outros dois pelo círculo de fora da Europa. O número de Deputados por cada círculo é proporcional ao número de cidadãos eleitores nele inscritos. Os Deputados representam todo o país e não os círculos por que são eleitos (ao contrário do que se passa em Inglaterra, por exemplo).

--//--

Como é que funciona realmente o sistema de voto?
Vigora o sistema de representação proporcional fazendo-se a conversão de votos em mandatos através do método de Hondt.

--//--

O que raio é o Método de Hondt?
Victor D'Hondt nasceu na Bélgica em 1841 e foi jurista e professor de direito civil na Universidade de Ghent (onde estive e comi uns belos waffles enquanto gozava com o sistema eleitoral belga). Este senhor era adepto da representação proporcional, ou para os leigos, na repartição dos mandatos pelos partidos, proporcionalmente à importância da respectiva votação.
Perceberam?
Lá mais para baixo já vão perceber a beleza deste sistema.

O algoritmo (ou equação matemática) que se respeita é:



Onde V é o número total de votos apurados para a lista e s o número de lugares já colocados na lista em cada iteração do cálculo. O processo repete-se até todos os lugares estarem atribuídos.

Ora bem. Falar assim teoricamente fica difícil transmitir a ideia. Por isso proponho um exercício prático, simples e hipotético.

Imaginem que num círculo eleitoral tipo o de Aveiro, com 1000 cidadãos recenseados, podemos eleger apenas 8 candidatos. Lembrem-se que o número de deputados por cada círculo eleitoral é proporcional ao número de habitantes nesse mesmo círculo. Quantos mais habitantes, mais deputados se pode eleger para a Assembleia da República.

Então no nosso cenário hipotético temos o círculo eleitoral de Aveiro onde podemos eleger apenas 8 candidatos. E os votos pelos partidos PS, PSD, BE, CDU e CDS são distribuídos do seguinte modo:



O passo seguinte é pegar na fórmula de Hondt (V/s+1) e aplica-la ao número total de votos de cada partido e saber assim quantos deputados de cada partido vão sentar o cu na Assembleia.

Mostro aqui apenas o método com o partido do PS:

1 - Fórmula Hondt: V/s+1, onde V é o número total de votos (380) e s é número de lugares já colocados na lista em cada iteração do cálculo;

2 - V/s+1 é equivalente a ter:

380 / 0+1 = 380
380/ 1+1 = 190
380/ 2+1 = 126,6
380/ 3+1 = 95
. . .

Então aplicando este cálculo aos outros partidos, ficamos com os seguintes resultados:


(os números à esquerda correspondem ao divisor na fórmula de Hondt)

Agora o passo final é olhar para aqueles números todos e irmos colocando deputados numa ordem descendente de valores. Então o primeiro lugar vai para o PS porque 380 é superior a qualquer outro número na tabela. O segundo lugar vai para o PSD porque 280 é o 2º valor mais alto da tabela. O terceiro lugar vai novamente para o PS porque 190 é o 3º valor mais alto da tabela e assim por diante.

Então a distribuição de mandatos (lugares na Assembleia) segue a tabela de baixo:



Se reparem, entre parêntesis, encontra-se a ordem de colocação dos lugares. E já devem ter notado, porque eu coloquei lá de propósito, que o 8º mandato está empatado entre um deputado do PS e outro do CDS. É aqui que entra o chamado factor de discriminação positiva em relação às minorias, permitindo-lhes uma representação que a simples divisão aritmética dos votos lhes negaria. Como neste exemplo não havia ainda representação do partido CDS, então em caso de empate, cede-se o lugar ao deputado do partido menos representado, obrigando assim que as minorias estejam também representadas. É algo de brilhante e astuto, se bem que no caso de Aveiro, o deputado a ir para lá seria o Paulo Portas. O Hondt não pensou numa fórmula para evitar estes casos...

Também podem reparar que os 5 primeiros mandatos (lugares) foram distribuídos entre o PS e o PSD, verificando assim que em círculos eleitorais com poucos habitantes (reduzindo assim o número de mandatos) é difícil eleger alguém de um partido minoritário (como BE, CDU ou CDS).

Lembro também que segundo as mais recentes sondagens em que dão 38% para o PS e 30% para o PSD, não significa que o PS seja convidado a formar Governo. Como vimos não é quem tem a maior percentagem de votos que ganha. O PSD ainda pode formar governo através de coligações.


Espero ter sido uma ajuda vital para esclarecer as vossas questões...
Voltem sempre.


Cordialmente,

O vosso amigo especial.

Leia Mais…

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Steven Seagal is...

Steven Seagal é aquele ícone do cinema que não deixa ninguém indiferente. Ele é bad motherfucker dos anos 80 e 90. Ele é juntamente com o Chuck Norris, o Deus da bofetada e perito em arrear porrada nos malvados da droga, prostituição, armas e do meio ambiente.

Por isso, gostaria de partilhar com vocês qual o método que Steven Seagal usa para fazer os seus filmes...


(cliquem para ampliar)

Leia Mais…

A maior cobra do mundo...



Um abraço Hugo!

Leia Mais…

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Photo I

Decidi iniciar uma pequena rubrica de posts constituídos apenas por uma foto. Creio que uma imagem diz mais do que mil palavras e vale muito mais do que um filme...

Leia Mais…

what if...



James Dean é uma cara reconhecida nos 4 cantos do mundo, incluindo Esgueira.

O rapaz que apenas fez 3 filmes como protagonista principal, viria a tornar-se num dos rostos mais famosos do mundo. A rebeldia e o lema "Live fast, die young" traduziam-se no seu olhar, nas suas roupas e no seu penteado.

O sex-symbol que queria tornar-se realizador de filmes também era amante da velocidade. No dia 30 de Setembro de 1955, com apenas 24 anos e ao volante do seu Porshe 550 Spyder sofre um choque, a mais de 88 km/h, com um 1950 Ford Custom Tudor coupe.

Morre um actor, nasce um ícone.

Agora imaginem como teria sido James Dean se nesse instante o destino tivesse sido outro...



Leia Mais…

Wall Street...



Gordon Gekko diz-vos alguma coisa?
Pois. Também pensei que não.

Mas se eu vos falar de um filme chamado "Wall Street", talvez já consigam esboçar um desenho mental. Este filme de 1987 que falava dos abusos e da ganância dos yuppies deu a Michael Douglas o seu primeiro Oscar como melhor actor. Douglas interpretava Gordon Gekko, o ganancioso que pisa tudo e todos para adicionar mais um milhão. No filme, Gordon Gekko é denunciado à policia pelo seu "aprendiz" Charlie Sheen e é condenado a 20 anos de prisão.

Pois bem. Passados mais de 20 anos, temos agora nas mãos a sequela intitulada "Money never sleeps" onde já podemos ver o que 20 anos pesam nos ombros de Gordon Gekko, embora ainda possamos denunciar o seu olhar ambicioso.


A sequela ainda conta com bastantes nomes como Shia LaBeouf, Susan Sarandon, Josh Brolin, Frank Langella e o regresso de Charlie Sheen.

Leia Mais…

O homem e as suas cabras...



Se a qualidade dos actores de um filme fosse directamente proporcional à qualidade do filme, então "The Men Who Stare at Goats" seria um filme excelente. No entanto, a experiência já nos mostrou que nem sempre é isso que acontece.

Mas quando vejo o trailer, não consigo esconder o meu sorriso e admiração por ver tanto bom nome ali junto a fazer palhaçadas. Quase parece que tenho aqui um Real Madrid cheio de galácticos a fazerem daqueles jogos de caridade onde todos se divertem e o resultado não conta muito.



ps: reparem no olhar do "jedi" Ewan McGregor quando Clooney se define como um "Jedi warrior" aos 22 segundos do trailer.

Leia Mais…

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

6 diferenças...

Arranjei um programa de computador baril sobre metamorfoses.
No vídeo abaixo, tentem descobrir as 6 diferenças entre as duas imagens.

Leia Mais…

sábado, 19 de setembro de 2009

Factos de Barcelona...

Três coisinhas que queria aqui colocar sobre Barcelona. Três coisas que me ficaram na memória e na câmara de filmar.

As duas primeiras referem-se ao Museu Dali onde estive em Figueres. Sim Maria João, eu estive lá na casa-museu privada de Salvador Dali. Querias ir ver o de Londres? Ah Ah Ah

Bom. A primeira coisinha é que eu toquei no túmulo onde repousa o grande Dali. Só que esse túmulo fica numa posição estranha no Museu - ao pé da casa-de-banho. Vejam o mapa abaixo.



Agora vejam o filme.



Também não podia deixar de passar o melhor cu que vi em Barcelona. Sim, o melhor. A gaja era bastante boa de corpo, faltando ali um bocadinho de maminhas. E a cara era uma montra virada ao contrário. Mas o cu era algo de outro mundo. Se Deus estava inspirado, foi quando esculpiu aquele paga-pão da menina.



Finalmente queria mostrar-vos o grande apartamento que o Máximo (que esteve em Cambridge comigo) tem em Barcelona. É pequenino. Mas está no centro da cidade e tem a melhor varanda que já vi. Nem é varanda. É um pátio constituído por 3 andares. Não acreditam? Então vejam lá o vídeo que fiz na última noite que lá tive á espera de apanhar o avião e em que eles já estavam a dormir. Não dá para ver muito bem o "3º andar do pátio", mas dá para ver as escadas.

Leia Mais…

O bírus malandro...

Queria lembrar-vos que se encontra disponível um grande post sobre este frenesim da Gripe A. Para aqueles idiotas que se equiparam com máscaras, sabonetes especiais da NASA e TAMIFLU em quantidades industriais para injectarem nos cornos, então recomendo uma leitura calma e reflectida no post do meu querido tio JB.

Basta clicarem aqui (se o vírus ainda não vos comeu os dedos).


Leia Mais…

A verdadeira razão...

Ainda na área do futebol, recebi este email quando o Sporting foi HUMILHADO pelo Bayern de Munique ao sofrer um total de 12 golos nos dois jogos. Mas a imagem que se segue pode muito bem ser a explicação que o Sporting e a Selecção de Portugal podem usar para justificar os seus desempenhos.

Dispensa quaisquer comentários....


Leia Mais…

Out of Africa

Belo email que recebi acerca do Mundial 2010 em que Portugal está a depender de outros para conseguir a qualificação. É um bocado vergonhoso que uma selecção como a nossa esteja em apuros. Com tantos jogadores de alto nível, incluindo o Miguel Veloso e tudo, é de espantar que neste momento estejamos a depender de outros. E não vamos estar aqui a culpar Ronaldos ou outros. Mas a este ritmo, o poster debaixo pode muito bem ser verdade...



Aposto que o Carlos Queirós deve tar e pensar na enorme bosta que fez ao demitir-se do Manchester United como treinador adjunto e ir treinar uma selecção de um País de arruaceiros e brejeiros. Mas é bem feita para ele. Sempre achei que foi um erro estúpido...

Leia Mais…

Atrasos portugueses...

Há coisas que só em Portugal. Já não bastava traduzirmos os títulos dos filmes de forma absurda. Agora andamos a estrear os filmes com meses e às vezes ANOS de atraso.

Dou-vos 3 exemplos.





Este filme, Deception, estreou oficialmente no dia 25 de Abril de 2008 (sim, 2008!). Vi agora que estreou cá nas salas de cinema em Setembro de 2009. Com mais de um ano de atraso. O filme nem é assim grande coisa.





Este estreou "apenas" a 28 de Novembro em Inglaterra. Lembro-me de ter visto os cartazes por lá...e só há 2 dias atrás é que estreou...

3º


Este é um grande filme para quem quer realmente perceber o que é Inglaterra nos seus subúrbios e sem o glamour de London City...Estreou no Reino Unido no dia 31 de Outubro de 2006. E só em Abril de 2009 é que tivemos o prazer de o receber nas nossas salas de cinema em Portugal. Passados mais de 2 anos e meio é que o conseguimos obter em Portugal. E depois ainda ficam espantados com o número crescente de downloads que se fazem. Claro, com estas politicas de atraso um gajo tem que se desenrascar à maneira que pode. Ou é isso, ou é ir de avião para Inglaterra para ver o filme...

Leia Mais…

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

...parabéns...



(com som)

Leia Mais…

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

This was it...

Estive a meros 21 dias de ver isto ao vivo e a cores.


Leia Mais…

sábado, 12 de setembro de 2009

Le Mans




+





+





+





=





Toda a notícia aqui.

Leia Mais…

Os tempos...


Leia Mais…

This is it...

O corpo ainda não arrefeceu e já aí vem o filme dos últimos momentos da vida dele.

Há que fazer dinheiro...



Leia Mais…

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

II Setembro



Como já o disse, aquando da morte do Michael Jackson, todos nós nos lembramos onde estávamos no dia em que algo de trágico/extraordinário aconteceu.

Hoje faz 8 anos do acontecimento que mudou o mundo. A maior potência do mundo foi atacada de forma cirúrgica e devastadora.

Vou deixar de parte as minhas considerações sobre este assunto. Cada um pensa o que quer. No entanto, não posso deixar de referir o curioso facto de nunca terem apanhado o malvado do senhor Osama Bin Laden, mas sim, terem apanhado uma cassete no meio do deserto do Afeganistão (em Jalalabad) que continha a confissão gravada do próprio Osama Bin Laden a referir-se aos ataques de 11 de Setembro.

Curioso também foi o facto do Senador Ron Wyden vir logo dizer que a cassete veio a retirar quaisquer dúvidas que certos países tinham, como o Paquistão, de que os ataques de 9/11 foram um embuste criado por Israel para dar a justificação necessária aos EUA para atacarem os países islâmicos. O Paquistão foi o país errado a suspeitar uma coisa dessas.

Sabem quem é que devia ter suspeitado disso?
O Iraque.

Mas já me estou alongar muito. O ataque aconteceu e o mundo mudou. As guerras já não são travadas em trincheiras mas sim individualmente onde já não se consegue distinguir qual é o bom e qual é o mau.

Leia Mais…

Springfield Punx

Conseguem adivinhar quem são estas pessoas simpsonianas?!
Vejam mais aqui.














Leia Mais…

Mentir, by Ricky Gervais

Sem palavras.


Leia Mais…

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

É da idade...

Deve ser do Alzheimer...

"É uma das gafes que vai marcar a campanha eleitoral. Ontem, no debate que colocou frente-a-frente Jerónimo de Sousa e Manuela Ferreira Leite, a líder do PSD, por quatro vezes, confundiu a taxa máxima de IRS (imposto sobre pessoas singulares) com a do IRC (das empresas)."

Leia Mais…

Unsere Diktatur

Leia Mais…

TVI : 0 - 1 : Paz Mundial



O caso Manuela Moura Guedes faz-me lembrar aquele velho provérbio do povo que diz:

"A Manuela Moura Guedes mete nojo."

(o provérbio é um bocadinho antigo)

Seja como for, a mulher e a redacção causaram uma tempestade no dia 4 de Setembro. Isto porque o seu Jornal Nacional de Sexta-feira foi suspenso. Alegadamente a Prisa, a empresa com sede em Espanha, que detêm o controlo da TVI suspendeu o bloco noticiário "por razões económicas, em consequência de uma reestruturação em curso" e assim o escândalo estava lançado.

Foram logo lançadas as suspeitas e culpas para o Partido Socialista. Isto porque José Sócrates desde cedo tornou público o seu pequeno ódio pelo noticiário e pelo tipo de jornalismo que ali se praticava onde tentavam meter o Sócrates à força toda no meio do caso Freeport. Até agora já ouvi que o primo, ou tio, ou cunhado ou ainda o irmão da empregada de limpeza do prédio já foram considerados suspeitos. Todos menos o Sócrates.

Bom, não me vou alongar no caso TVI pela sua óbvia simplicidade. Vou apenas referir dois pontos fundamentais:

1 - O único partido que saiu prejudicado foi exactamente o PS. A imagem de Sócrates sofreu uma queda na confiança de voto. Assim sendo creio que é óbvio ver que o PS seria mesmo muito estúpido em pressionar a Prisa (empresa espanhola que nem sequer cede a pressões do Zapatero, quanto mais do Sócrates) e cancelar assim o noticiário a 23 dias das Eleições Legislativas . Assim sendo, temos que ver a quem é que isto beneficiou. Quem é que poderia tirar proveito disto? hmm...

2 - Nesse mesmo dia de cancelamento e demissão de Manuela Moura Guedes & amigos, a Impresa viu subir as suas acções em 10,32%. A Impresa é a empresa liderada por Pinto Balsemão. Este caro senhor também fundou um partido qualquer que não me recordo agora...hmm...

Já agora acrescento que o PS pediu imediatamente que fossem publicadas as novas notícias que aparentemente o Jornal de Notícias iria apresentar caso não tivesse sido cancelado.

A Prisa fez apenas um favor a Portugal.

Se Sócrates não gostava do tipo de jornalismo praticado na TVI (especialmente à Sexta-feira), eu tenho que concordar e assim o fiz quando escrevi este post em Maio. E eu não estava sozinho na minha opinão acerca do esterco que Manuela Moura Guedes fazia na TVI. O Bastonário da Ordem dos Advogados também parece concordar.


Leia Mais…

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Gilead Sciences e os seus dólares...

Bastante interessante o vídeo que vos quero mostrar. Acho que todos devemos perder 5 minutos para o ver. Eu achei-o particularmente interessante quando vejo que o senhor Donald Rumsfeld foi presidente da Gilead Sciences de 1997 até 2001 (quando vai para Ministro da Defesa do Presidente Bush).

Querem saber mais? Então vejam lá o vídeo...

PS: Os factos (datas e valores) batem certo. Não são inventados porque eu estive a pesquisar.



Leia Mais…

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Edição Extra

Existem programas na televisão que são verdadeiras diarreias mentais. Não creio que exista ninguém neste Universo que discorde da minha afirmação.

Também me parece que a televisão portuguesa tem vindo a sofrer de gastroenterites com maior frequência. É simplesmente um absurdo que nos 4 canais de sinal aberto, apenas a RTP 2 consiga ter bons programas que normalmente dão tarde.

Felizmente, o nosso comprimido para as gastroenterites chama-se de TV CABO. Um dos programas mais simples que via de vez em quando era um que se chamava de EDIÇÃO EXTRA na Sic Radical. Como nunca sei os horários dos programas, estava entregue à sorte. Era uma questão de no meio de um zapping ou assim, apanhar o programa. Era um programa que me parecia amador, feito por um grupo de malta de cómicos que num escritório pequeno, editavam e construiam um programa não fantástico, mas porreiro e bastante leve para ser visto.

A Sic achou-o leve demais que o cancelou passado um ano. Entretanto apostou em mais merda.

Fica aqui o primeiro vídeo que vi no youtube e me apresentou este programa.
Digam lá se não está simples mas agradável.


Leia Mais…

sábado, 5 de setembro de 2009

Bourne...Jason Bourne...



Existem poucos filmes que colocaria na minha estante imaginária. Dessa mão chão cheia de filmes, teria que colocar apenas uma trilogia. Uma e uma só trilogia.

Não. Não é o "Senhor dos Aneis". Esse bem podia ir para o balde de vomitado.

Trata-se da brilhante trilogia baseado nos livros de Robert Ludlum.

Bourne Identity

Bourne Supremacy

Bourne Ultimatum

Não existem assim em mais nenhum canto do mundo, três filmes encadeados que estejam tão perfeitinhos como estes. A trilogia Bourne é mesmo um avanço na visão de re-inventar um assassino. O Bond louro foi cheirar essa essência de espião duro, frio e implacável para re-criar o famoso agente 007 em que dá mais pancada e bebe menos Martinis.



Até ao aparecimento do Bourne, os assassinos contratados eram apenas pedaços de carne que existiam nos filmes para dar um pouco de drama e suspense. Normalmente o protagonista conseguia sempre livrar-se destes incômodos. Mas com Bourne, não há vítima que conseguisse escapar. Com Bourne não sabemos o que é que ele está a fazer, mas por muito que os passos e jogadas dele pareçam aleatórias e sem nexo, nós sabemos que ele tem um plano engendrado na cabeça dele e que tudo o que ele faz não é por acaso.

Estou a falar disto, porque hoje no Hollywood vi um bocadinho do primeiro filme: "Bourne Identity". Quando o vi pela primeira vez em ante-estreia no cinema foi uma lufada de ar fresco na monotonia. Quando os outros dois filmes seguiram, conseguiram a proeza muito rara de termos sequelas a superarem o primeiro filme. Caso semelhante aconteceu com Dark Knight.

Bourne Ultimatum, considerado o melhor filme de 2007 pela Empire Magazine e com 3 oscars na bagagem, consegue superar tudo e todos. Não creio que nunca o capítulo final de uma trilogia conseguiu ultrapassar a qualidade dos filmes que o antecederam. O que eu acho que seria o toque de perfeição era deixarem estar as coisas como estão, mas aparentemente estão a pensar transformar a trilogia numa saga e trazer ao ecran um quarto Bourne - Bourne Legacy. Para mim deixava-se estar o que é bom quieto e parado, porque o nível de qualidade deste quarto filme tem que ser muito alta ou só virá destruir a beleza perfeita da trilogia. Mas vamos lá ver...



Recomendo vivamente para o ser humano (que deve viver nas cavernas) que nunca viu o filme, para pegar em si e ir ao próximo videoclub alugar os 3 filmes e passar mais de 6 horas a ver tudo sem pestanejar. É até sangrarem de emoção que conseguem sentir na pele o brilho que esta trilogia traz ao nosso mundo.

O que também gosto desta trilogia é que o homem anda pelo mundo inteiro sendo a Europa um dos destinos preferidos. Só lá faltava Portugal e ver o gajo andar pelo Porto a ser roubado pelos gunas. De reparar ainda que no primeiro filme ainda lá aparece um "desconhecido" Clive Owen tímido.

Matt Damon destaca-se aqui do seu amigo Ben Affleck como um actor muito mais completo. É giro ver que no mesmo ano que sairam os Ocean Eleven, Twelve e Thirteen viamos um Matt Damon a interpretar uma personagem tímida, amadora e novata e depois viamos ao mesmo tempo nos filmes Bourne um homem profissional, frio e implacável que arrastava tudo o que se lhe atravessasse no caminho.

Damon para mim é um actor do caneco. Desde a brilhante obra prima "Good Will Hunting"(O Bom Rebelde) que deu o Oscar a ele e Ben Affleck pelo argumento e deu outro oscar ao grande Robin Williams, que o seu currículo é um dos mais completos de Hollywood. Em pouco tempo participou em obras como:

O talentoso Mr. Ripley
Dogma (filme brilhante que falarei noutro post)
Good Will Hunting
Rounders
Ocean's 11,12,13
Syriana
The Departed (outro grande filme)
O Bom Pastor (um filme de Robert de Niro)
Bourne Trilogia

...e muitos outros menos conhecidos como "The Legend of Bagger Vance" e uma curta aparição no brilhante "Finding Forrester" com o Sean Connery.

Com este currículo, Matt Damon projectou-se a milhas de distância do seu amigo de infância Ben Affleck. Aliás, enquanto estava a filmar "Ocean's 12", ele era, no meio de tanta estrela galáctica como George Clooney, Brad Pitt e Julia Roberts, o actor que tinha mais ofertas de trabalho como por exemplo o Robert de Niro a quere-lo para o seu filme - "O Bom Pastor". Ou ainda Martin Scorcese a mete-lo no meio do dinossaurio Jack Nicholson e Leonardo di Caprio em "The Departed".



Leia Mais…