quinta-feira, 1 de abril de 2010

We are the World...



O single mais vendido do mundo, com mais de 20 milhões de cópias vendidas no mundo inteiro. Escrito por Michael Jackson e Lionel Ritchie em 1985, reuniu mais de 40 artistas, incluindo Ray Charles, Steve Wonder, Bruce Springsteen e Bob Dylan. A primeira canção que apontou para os problemas de África. Aos 20 anos de vida, em 2005, todas as rádios decidiram homenagear a música e transmitiram-na à mesma hora, ao mesmo tempo. Com um impacto político e social maior que o de entretenimento, "We are the World" é a música que sobreviveu ao teste do tempo e rendeu para USA for Africa mais de 63 milhões de dólares.

Com o desastre de Haiti, decidiram fazer um "remake" com novas estrelas. Nasceu "We are the World 25 for Haiti". Sem muita originalidade e com muitas intenções de vender é a cara de cada estrela, alguém no youtube teve a ideia de fazer o mesmo, mas com pessoas comuns. Assim, a mensagem é a de solidariedade e não de publicidade.



O vídeo original aqui.



Ainda é um pouco surreal ver Michael Jackson e Bob Dylan juntos no mesmo local. Mas catano, estarei a mentir se disser que não sinto daqueles arrepios de prazer. Pela primeira vez na história da música, juntaram-se as mega-hiper-über estrelas da época para fazer algo pela fome em África. Claro que é mais um bocadinho de publicidade, mas ao menos meteram lá gente que não necessita de publicidade como Bob Dylan, Bruce Springsteen, Ray Charles, Steve Wonder e Michael Jackson. É o Real Madrid de todos os singles. O primeiro e único a juntar estrelas galácticas. Fica para história o que seria ter estado naquela sala a noite inteira a gravar o vídeo. Como sou um gajo porreiro, deixo-vos com os bastidores onde vêem Bob Dylan a pedir conselhos a Quincy Jones.


0 Comentarios: