domingo, 30 de maio de 2010

In Memoriam - Dennis Hopper


1936 - 2010

Leia Mais…

terça-feira, 25 de maio de 2010

O adeus...



E assim foram 8 meses nas Canárias.

Com 26 anos completei o meu 5º país da Europa onde vivi e gozei vivências que vou recordar para sempre. Aprendi um novo idioma e fiz novos amigos. Passei o meu primeiro Inverno na praia e foi onde aprendi a surfar (um pouco). Fiz voluntariado com miúdos com cancro e foi uma experiência que me arrasou. Todos os dias saía um pouco pesado e com uma nova perspectiva sobre a vida.

Mas foi tempo de dizer adeus e fechar este capítulo.
Mas nunca é fácil...

Um enorme obrigado aos espanhóis, argentinos, chilenos, uruguaios, italianos, franceses, ingleses, alemães e brasileiros. Um obrigado a esse mundo inteiro que me acolheu e fez de mim uma pessoa melhor.

Hasta luego, Canarias...


Leia Mais…

domingo, 23 de maio de 2010

Special One CSI...

Só lhe faltam os óculos escuros...


Leia Mais…

Campeão Europeu 2010...



José Mourinho tem um dom.
Não sei qual é o seu truque, mas alguma coisa o homem deve fazer...

45 anos depois, o Inter de Milão levanta a maior das taças - Campeões da Europa. Foi o terceiro troféu deste ano para o Inter, fazendo o tripleto e ganhando tudo o que tinham a ganhar.

O jogo de hoje não foi soberbo, mas existiram dois momentos que gostei. O abraço de Mourinho a Van Gaal (treinador do Bayern) ainda antes do jogo acabar e o facto de não haver um italiano a jogar no Inter (com excepção no fim).

Mourinho fez outra vez o impossível. Ganhou ao campeão inglês (Chelsea), ganhou ao campeão espanhol (Barcelona) e venceu ao campeão alemão (Bayern Munich). Realmente para ser o campeão da Europa, o Inter passou a prova sem nada apontar. Ganhou aos maiores campeões europeus e por isso merece levantar a taça.

Mas Mourinho ainda vai mais longe. Ele foi capaz de vencer ao seu mentor (Louis Van Gaal). É que nos anos 90, Mourinho trabalhou como treinador adjunto do Barcelona, em que Van Gaal era o treinador principal. Por isso é que gostei de ver o abraço entre os dois...

José Mourinho realmente marcou a história do futebol, como se pode ver pela imprensa mundial, onde claramente atribuem a vitória primeiro a Mourinho e só depois ao Inter de Milão...


Leia Mais…

sábado, 22 de maio de 2010

House do catano...



Vi ontem o último episódio de House.
Que grande série. Sem dúvida uma das melhores que anda por aí.
Mas como este é o último ano de Lost, estou certo que vai arrebatar tudo o que é prémio nos Emmys. A verdade é que Lost, que eu nunca pus os olhos em cima, criou uma massa de adeptos demasiado grande. Existem sites, existem teorias, existem imensas coisas que andam à volta de Lost. Tenho que arranjar as 6 temporadas e começar a ver desde o inicio, episódio a episódio...

Mas House é House. E há coisas que se distinguem numa série de topo. O tipo de filmagem, os ângulos, o tipo de luz e o argumento. House tem isto tudo, especialmente o tipo de luz que usa. Cada vez mais o tipo de luz é usado em sintonia com o argumento. Podem ver isso no clip da Nike do post anterior. A luz indicia o estado de espírito da cena. Tal como a banda sonora, a luz é um actor extra e invisível que participa activamente no decorrer da história, influenciando-a. E em House a luz é usada de forma sublime.

Ficamos então à espera da 7ª temporada...


Leia Mais…

Nike portuguesa...em Espanha...

Há coisas do catano.
Acabo de vir da Praça de Espanha, aqui em Las Palmas, onde estive a ver com franceses, italianos, alemães, espanhóis e polacos, a final da Liga dos Campeões. Eu estava apoiar o Inter Milão por causa do Mourinho e porque não sou assim da cena do Bayern Munich. Gostei de ver o Mourinho (antigo discípulo do Van Gaal) a ganhar ao seu mestre.

Abri agora o site do Público e vejo que a Nike fez um vídeo especial para ser transmitido durante o intervalo da final da Liga dos Campeões. Foi realizado pelo Alejandro Iñarritu, o mesmo de 21 Gramas e Babel. Mais uma vez, Cristiano Ronaldo aparece em grande destaque.

Acontece que no minuto 2.44, aparece uma praça com pessoal a festejar. Pelo que vi, dá para entender que se tratam de festejos de portugueses. Supostamente deveria de ser uma praça de Portugal. Mas quando a praça aparece, de imediato o meu cérebro acciona um mecanismo de estranheza.

Eu estive naquela praça em Outubro passado, numa breve passagem por Madrid antes de vir para as Canárias. E a grande gaita é que eu tirei uma foto com o meu telemóvel.

Tirem vocês as vossas ilações.
A imagem do anúncio da Nike:



A imagem tirada por mim em Madrid:
(Reparem no número de janelas no topo do prédio com a imagem da Nike)



Os malandros nem sequer encontram uma praça jeitosa em Portugal para fazer o raio de uma cena que tem portugueses a celebrar a Selecção de Portugal. Tem que ser tudo em Espanha...

Dou-vos também o vídeo para verem.


Leia Mais…

sexta-feira, 21 de maio de 2010

bella blu...

Foi há mais de 10 anos que perdi o meu avô paterno.
Uma figura imponente com valores tradicionais, mas com um espírito jovem. Aos 70 anos parecia que tinha 50. O truque, vim a descobrir mais tarde, passava por comer alho cru, não tocar no álcool com exagero e nadar horas no oceano. (e uns excelentes genes)

Uma pessoa com um carácter forte, com uma mentalidade ainda um pouco perdida e confusa na mudança dos tempos, na mudança de atitudes, na mudança de gerações.

Sempre com um forte carisma, a sua presença era notada mal entrava na sala. Tinha o respeito e admiração dos seus colegas, dos seus amigos e da sua família. Foi um militar de uma casta que já não existe. Sempre correcto, sempre honesto aos seus princípios morais. Uma pureza que já não se vê nos dias de hoje. No entanto, por detrás da sua figura austera, escondia um lado ternurento que revelava com pequenos gestos. Os seus netos eram tudo para ele, em especial o meu irmão (o seu primeiro neto). Eramos das poucas pessoas que lhe conseguiam arrancar um genuíno sorriso...

Uma das coisas que deixou neste mundo e que sempre irei associar a ele, é o seu carro. Conduzia um Fiat 128 que neste momento já é considerado um clássico com mais de 30 anos. Tenho tatuado no cérebro a última vez que me sentei naquele carro com ele, numa manhã de domingo. Os assentos de couro, o rádio com um esplendor de outras épocas, um tablier com umas pequenas fotos da minha avó e dos seus netos. O carro transmitia a sua personalidade. Sério, limpo e puro. Não havia terços pendurados no espelho, não havia lixo debaixo dos assentos, não havia ferro velho na bagagem. Para mim era uma máquina do tempo. Quando se entrava, parecia que era transportado para aquela época que vemos na série portuguesa "Conta-me como foi"...

Depressa o meu tio, com a sua paixão ímpar por automóveis, ofereceu-se para assumir a responsabilidade de assegurar que o Fiat 128 não fosse para a sucata. O velho clássico sofreu uma operação de estética e renovação. Somente as peças corroídas pela acidez do tempo foram substituídas e alguns melhoramentos foram instalados (mas nada de nitros, nem ailerons, nem tão pouco luzes neon debaixo do carro). O resto manteve-se fiel ao espírito clássico. Agora sempre que vejo o carro, salta-me de imediato à memória os poucos e breves momentos que me recordo ter com o meu avô.

Com este post quero prestar um pequeno agradecimento ao meu tio pelo trabalho, esforço e dinheiro para manter viva a chama da "bella blu". No vídeo que vão ver a seguir, podem ver que o nosso pequeno Fiat 128 ainda está para as curvas e cheio de pujança. Dentro seguem o meu tio ao volante e o meu primo como co-piloto (não que o percurso seja assim complicado, mas um leitão pode sempre saltar para a frente do carro...)

La bella blu...


Leia Mais…

quinta-feira, 20 de maio de 2010

A Bruna de Mirandela...



A Bruna de Mirandela tem 27 anos, é fresca e apetitosa. Era professora de Actividades Extra-Curriculares de Expressão Musical. Com um título assim tão grande, não sei se é uma tese de doutoramento ou se um programa espacial da NASA.

Bruna era feliz com a sua vida guiando o seu Mercedes topo de gama que custou ao pai (construtor civil) mais de 50 mil euros. Um dia, Bruna decide meter uns implantes mamários e posar nua para a revista Playboy.

O problema aparece quando a mãe de um dos seus alunos apanha a revista, escondida no armário do marido, e vê as fotos da professora nua. Instala-se de imediato o caos e o pânico em Mirandela.

"Alarme social" é o que lhe chamam. Eu chamo-lhe "histeria de 3º mundo".

Depressa as mães ficam chocadas e rapidamente os maridos correm para ir comprar a revista "para pesquisa aprofundada" - dizem eles.

De imediato Bruna foi afastada da sua actividade com os alunos e está neste momento a trabalhar no Arquivo Municipal de Mirandela com um labrego qualquer cheio de caspa e seborreia.

Para mim, Bruna pode fazer o que quiser. Se quer tirar fotos nuas enquanto come uma sandes de chouriço dentro do seu Mercedes, então dou-lhe todo o meu apoio moral. Se as mães devem ficar chocadas com o facto dos filhos terem nas mãos uma revista erótica, então que tomem é comprimidos para a cabeça e apercebam-se que basta a um miúdo ir ao Google e fazer uma pesquisa de "mamas" que em menos de 1 segundo aparecem milhares de sites com a dita protuberância glandular mamária à mostra. E tudo de borla...

O problema para mim é que a Bruna é uma professora. E creio eu que trabalha com alunos bastante jovens. E entre um professor e um aluno deve existir sempre uma linha de respeito. Uma linha que separa entre a brejeirice do aluno dizer "epá, não percebo um caralho desta merda. Podes repetir profe?!" do "Não percebi professor. Podia repetir?". Tal como um jogador de futebol respeita as ordens do Mourinho, também um aluno deve respeitar a autoridade e presença do professor. No entanto, deve respeitar sem nunca ter medo e ter sempre a liberdade de questionar o que o professor diz. E o professor não deve abusar desse respeito transformando-o em medo.

A relação entre rendimento da aula e respeito traduz-se neste gráfico que fiz.



É possível ver um ponto óptimo de rendimento - o vértice da parábola. De ambos os lados desse vértice, o rendimento começa a diminuir até ao ponto nulo de respeito (alunos a mandarem cadeiras para cima do professor) ou até ao ponto oposto onde o respeito converte-se em medo (como acontecia antigamente).

Se a Bruna trabalhasse no balcão do Jumbo ou na Repartição de Finanças, então não estaríamos a ter esta conversa. O problema é que Bruna lida com jovens que devido à sua idade tenra ainda não são capazes de ver as fotos como um simples acto artístico. Para eles é motivo de gozo. É motivo de fofoca. De sussurrar piadinhas durante a aula e trocar papelinhos com desenhos das enormes mamas da professora. Cada vez que Bruna tiver que ir à mesa de um aluno para explicar algo, e tenha que se debruçar, haverá um aluno mais rebelde lá atrás que irá mandar uma boca foleira. Isso irá quebrar a fluidez da aula, tendo que Bruna perder o seu tempo, esforço e paciência para acalmar a turma e recuperar essa fluidez novamente. Saem todos a perder...menos as mamas da Bruna.

Eu não sou professor, mas acredito que dar aulas a miúdos novos deve ser hiper stressante. Deve ser muito difícil de controlar uma sala de aula repleta de miúdos que são crianças ainda. Não se conseguem concentrar por muito tempo, não querem estar ali a trabalhar, querem dar nas vistas e estar sempre a mandar bocas foleiras. Por isso é que os padres tratam logo de entupir a via oral...

E também é por isso que deve ser super difícil de arrancar o respeito dos alunos mais novos. E ainda mais difícil será quando os alunos têm na mão as fotos das mamas da professora.

Creio que para a Bruna não basta ter concluído a licenciatura em Ensino Básico e ter o título de professora para ser reconhecida como uma professora. Tem que parecer uma professora. Isto para dizer que temos que nos comportar ao nível do título que temos, para o merecermos. E sem querer interferir com a sua liberdade pessoal que defendo até à morte, creio que todos nós temos direitos e também deveres. E ela exerceu do seu direito, mas não cumpriu o seu dever para com os alunos...

Se a devem afastar ou não, sinceramente não me compete a mim decidir isso. Creio que se as condições dentro da sala de aula se mantiverem ao nível exigido, então que continue a ensinar a mexer na flauta e no órgão. No fundo, a questão aqui não se baseia na capacidade profissional da Bruna. Baseia-se no nível de maturidade e educação dos alunos...


Leia Mais…

As capas dos jornais portugueses...

Aplaudi de forma solene à capa de dois grandes jornais de Portugal: 24 Horas e o Diabo.
Comecemos então pelo Diabo, porque é menos conhecido.



Só pela capa dá para entender que existe uma clara neutralidade, isenção e independência no conteúdo da mensagem e imagem lá expostos. Um jornalista deve transmitir a sua mensagem de forma objectiva e isenta de pressões exteriores. Esta capa diz tudo menos isso. Até tem lá escrito debaixo do título: "Jornal Independente". Mas é tudo menos independente. Quem vê a cara do Sócrates e o headline "AGORA PAGUEM!", fica seguro que o que vai ler dentro do jornal é material objectivo e isento de conotações e interpretações negativas. O que me ainda incomoda mais é o uso do ponto de exclamação no fim do título. É sabido também que o ponto de exclamação deve ser usado parcimoniosamente (economicamente) em material jornalístico. Coisa que aqui só enfatiza a super-hiper-mega-über mensagem negativa.

A capa do 24 Horas não é tão óbvia, mas gosto da maneira labrega como metem o título e da imagem que escolhem. Isto para não falar que na escolha de notícia para primeira capa.



Neste momento existem 50 mil crises mundiais que davam uma bela capa. Até a notícia do doente operado ao braço errado num hospital em Lisboa é melhor notícia que a capa do 24 Horas. Além da brejeirice do facto do polícia ter levado nas bentas com um ferro de engomar (que se acredita ser da marca Tefal GV 8600) ainda temos a confissão da Pongo Love (lindo nome) a dizer que queria era acertar no focinho do namorado...que certamente estaria a pedir-lhe dinheiro para a droga e putedo...

Além disto tudo, se repararem nas calças da Pongo Love, conseguem ver o ferro de engomar lá escondido...

Leia Mais…

quarta-feira, 19 de maio de 2010

resumos...

Para quem nunca viu nenhum dos dois filmes, aqui no WiC temos o prazer de vos poupar tempo e entregar-vos este clip que resume os dois filmes num único minuto.



E vale a pena verem ambos os filmes.

Leia Mais…

terça-feira, 18 de maio de 2010

Photo XLI


(clicar para aumentar)

Leia Mais…

Os beatles assim meio para o morto...



É notícia aqui, que vai ser feito um novo filme de zombies. Estamos na febre dos zombies e dos vampiros. E para meter mais lenha para uma fogueira que já há muito que se extinguiu, a mesma produtora de Pulp Fiction irá fazer um filme que se baseia no livro "Paul is Dead: The Bristish Zombie Version" em que segue a história de John Lennon, um guitarrista zombie, que mata e ressuscita os outros elementos dos Beatles: Paul McCartney, George Harrisson e Ringo Starr. Os quatro zombies criam sucessos atrás de sucessos, ganham fama por todo o Mundo, mas são perseguidos pelo caçador de monstros mais temido da Inglaterra: Mick Jagger (sim, o cantor dos Rolling Stones).

Falta meter ali o Elton John, George Michael e Freddie Mercury todos numa orgia zombiana...

Embora a história seja ficção, a verdade é que muitos acreditam que Paul McCartney morreu em 1966 num acidente de carro e sofrendo uma bela decapitação. Acreditam também que a banda meteu um "sócia" McCartney, não deixando de lançar pistas sublimes para o embuste. Entre as centenas de fotos e teorias, existe uma imagem que muitos dizem conter mensagens subliminar sobre a morte de Paul. Essa imagem é a capa do disco Abbey Road:



Dizem esses ratos das caves que não têm mais nada para fazer, que a banda deixou pistas e que nesta capa a pista principal transmite-se na maneira como a banda se apresenta: como uma procissão fúnebre.

O John Lennon está todo de branco como se representasse a figura divina, a pureza, o clérigo. Ringo Starr está vestido de preto simbolizando a pessoa que lamenta a morte. George Harrison está vestido com umas jeans azuis, representando o cangalheiro. E Paul McCartney está vestido com um fato antigo e fora-de-moda e com um andar dessincronizado em relação aos outros membros. Todos têm a perna esquerda à frente da direita, mas Paul está a caminhar com a perna direita à frente da esquerda. Assim sendo, representa o morto, o corpo que não está em sintonia com os vivos.

Além disto, os analistas mais puros vão ainda mais longe e chegam a dizer o seguinte:



Paul está a segurar um cigarro na mão direita. Mas o verdadeiro (!) Paul é (era) canhoto. Além disso, naquele tempo, os cigarros eram conhecidos como "coffin nails" (pregos de caixão).


Se virem lá atrás, existem uns espectadores. Três de branco no passeio da esquerda e um de escuro no passeio direito. Isto representa os 3 membros vivos da banda e o morto "do outro
lado".


O carro da polícia ali estacionado seria um agradecimento subtil da banda ao policia que supostamente socorreu Paul McCartney no acidente fatal e que concordou em manter-se calado.


Esta é fantástica. Se desenharem uma linha pelos carros da rua esquerda, essa linha corta a cabeça de Paul McCartney representando assim o golpe fatal na cabeça que teria sofrido no acidente.


Numa das primeiras edições do disco, a imagem na capa tinha uma espécie de mancha de sangue na estrada, representando o acidente rodoviário fatal de Paul...

A estes pálidos gordurosos e com seborreia que passam o tempo a analisar estas trampas, desejo-lhes uma boa noite nas suas caves, rodeados dos pacotes de batatas fritas e das suas latas de coca-cola. Desejo também que um dia, uma fada venha e que lhes conceda uma bela crica para usarem o seu mangalho flácido e a pingar...


Leia Mais…

Scene 15

Leia Mais…

A miguel portas...

Fiz referência ao cancro do Miguel Portas no post anterior e queria deixar aqui algo para lembrar que fumar pode causar a morte. E não há cigarro que valha um belo naco de carne vermelha, um belo por-do-sol num fim de tarde de Verão, do cheiro a erva molhada após uma chuvada nem sequer do calor humano da pessoa que amamos...

Ao Miguel e aos seus pulmões que venha tudo de bom.
A vocês desse lado que ainda fumam, continuem...


(clicar para aumentar)

Leia Mais…

Politicas no UK....



O Reino Unido tem um novo Governo.

Durante mais de 10 anos o Partido Trabalhista (centro-esquerda) dominou o poder, primeiro com o carismático Tony Blair e depois com o carrancudo anti-social Gordon Brown. O que um tinha o outro faltava. Mas a verdade é que Gordon Brown é um político muito bom na parte teórica, na parte de idealizar novas estratégias, mas extremamente mau na parte social, que como é sabido, faz 95% da política. Um homem sem sorriso e sem carisma é um político de secretária. Mas a verdade é que Gordon Brown foi o braço direito de Tony Blair, sendo o estratega principal e a mente por detrás das politicas de Blair.


Não há comparação...

Agora tudo mudou com o jovem e carismático (cá está o carisma outra vez) David Cameron, líder dos Tories (Partido Conservador centro-direita) ganhou as eleições mas não o suficiente para formar governo estável. Para isso chamou o Nick Clegg do Partido Liberais Democratas, o terceiro partido mais forte do Reino Unido, e formaram assim a coligação Conservador-Liberais Democratas para formar o novo Governo do Reino Unido.


David Cameron

Foi igual ao que aconteceu em Portugal quando o Durão Barroso chamou o Paulo Portas para formar Governo, antes de fugir para a Europa e deixar as responsabilidades de Portugal nas mãos de um ex-presidente do Sporting e ex-presidente da Figueira da Foz e ainda ex-presidente de Lisboa. Creio que também foi ex-presidente do condomínio lá no Bairro da Lapa onde deve viver...

Então agora temos um Governo de coligação e temos Gordon Brown a bater com a porta à liderança do Partido Trabalhista. E como toda a gente já previa, o seu antigo ministro dos Negocios Estrangeiros, David Miliband meteu logo os papeis para concorrer para a liderança do Partido. Não creio que tenha visto com mais sede de poder do que este David Miliband. Talvez excepto o anão do Marques Mendes, esse animal sujo e peçonhento...


David Miliband - novo e carismático.

Era notório uma espécie de complot de David Miliband para afastar Gordon Brown. Era quase como uma tragédia grega quando temos um gajo do Senado a conspirar contra o líder naqueles calabouços à luz das velas durante o silêncio da noite. Estava o Gordon Brown ajeitar a sua gravata enquanto iniciava o discurso de despedida da liderança, já havia um fax a chegar com a candidatura de Miliband. E esse fax já estava preparado há muito tempo.

Mais uma vez, podemos traçar uma linha de equivalência com Portugal, ao mostrar o que aconteceu quando Santana Lopes perdeu as eleições contra Sócrates. Ainda me lembro que na mesma noite em que estavam a finalizar a contagem de votos, estava o mesquinho e fuinha do Marques Mendes a mandar abaixo (ainda mais!) o Santana Lopes e a bradar aos céus que o PSD necessitava de um novo rumo e com um novo capitão ao leme.

Mas a tragédia grega não acaba por aqui.
Apenas 3 dias depois de ter anunciado a sua corrida à candidatura do Partido Trabalhista, David Miliband recebe um fax de outro concorrente directo...

...do seu irmão: Ed Miliband.

Seria tipo o Paulo Portas e o Miguel Portas a concorrerem à liderança do mesmo partido, caso estivessem no mesmo partido, caso fossem ambos judeus heterossexuais e que um deles não tivesse cancro nos pulmões.

(muito dura?)

Mas mesmo assim a coisa não acaba aqui...
Quando o novo Secretário do Tesouro Britânico chegou ao seu novo gabinete, encontrou um belo bilhete do seu antigo antecessor com a seguinte mensagem:

"Já não há dinheiro."
De uma beleza mordaz.
Eu, pessoalmente, teria adicionado:

"Fica bem!"

Leia Mais…

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Cesar Manrique...

Há umas semanas atrás fui até a ilha de Lanzarote. Onde vive o Saramago e assim essa gente que escreve sem respeitar as leis da ortografia e sinalização.
Visitei a casa de um panasca bastante famoso que era arquitecto e amigo de Franco. Chamava-se Cesar Manrique e era o patrão aqui da zona. Tudo que é casa e monumento assim importante foi desenhado por ele.

O vídeo que vão ver é a casa privada que o Manrique desenhou, aproveitando umas bolhas vulcânicas naturais e outros caminhos feitos de lava. Reparem no luxo e no que devia ser viver assim numa casa fora do vulgar.
Durante anos foi a sua residência particular até que um dia decidiu virar museu e abrir tudo ao público.

Fora do comum...

Leia Mais…

domingo, 16 de maio de 2010

Pedro Abrunhosa...

Será o Nuno Guerreiro um senhor homossexual?
Será que o Professor Karamba é um burlão?
Como será a Pamela Anderson nua?

Estas questões nunca iremos poder responder, mas nós aqui no WiC (Walking in Cambridge), procuramos dar-vos respostas a outras questões universais.

Por isso mesmo e porque eu sou amigo e ela também, temos o prazer de apresentar para vocês desse lado, um vídeo do Pedro Abrunhosa sem óculos. Agora irão poder testemunhar como será aquele focinho sem ter uns Ray-Ban no meio...

Passa-se em 1989 no Natal dos Hospitais em que Pedro Abrunhosa aparece ainda com cabelo e arrasar o público (já meio morto) sem ter que cair das escadas abaixo.


Leia Mais…

sexta-feira, 14 de maio de 2010

fake and gay...

Leia Mais…

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Photo XL

Especial 40º Photo!

Retirado exclusivamente do site verydemotivational.com.
Enjoy!

(clicar para aumentar)



















Leia Mais…

domingo, 9 de maio de 2010

Dia da Mãe...



ADENDA: Fui agora informado que o dia da mãe foi no domingo passado (2 de Maio). É o que dá muito sol na cabeça...Mas a mensagem é eterna e dia da mãe é todos os dias!

Leia Mais…

A invasão bacteriana e virosa a Lisboa...



Agora que o Benfica é campeão, Lisboa pode ter que chamar o exército para impedir que todos os labregos desdentados, com bigode farfalhudo e barriga de vinho tinto, juntamente com os ciganos e pretos da Amadora e Cacém invadam a Praça do Marquês e deixem rastos da sua gosma poluente e mal-cheirosa que vive e reside em cada bornal que se diz adepto do Benfica.

À equipa propriamente dita não posso comentar se teve ou não qualidade, porque não assisti a um único jogo da Liga. O mesmo se passa com as outras equipas, incluindo a minha - o Sporting.

Ao Jorge Jesus (o novo messias dos labregos que descrevi acima) posso dizer que quando fala deixa escapar aquele sotaque de bêbado de tasca de ginga, aquela maneira de falar à Cristiano Ronaldo em que arrastam e acentuam os "s" e transformam-os em "sshh"...
No entanto, dentro das quatro linhas à que reconhecer o mérito de ter dado o título ao Benfica no primeiro ano.

Deixo um vídeo que de certa forma me tocou, achei bonito e comovente. Mudou um pouco a minha percepção de labrego de tasca. Embora se repararem na mesquinhice do jornalista a puxar as lágrimas ao treinador ao encaminhar a pergunta para o que já esperava que fosse a resposta. Este tipo de sacanice e oportunismo deixa-me doente...


Leia Mais…

MACHETE

Se quando falei no Inception no outro post e referi que podia ser um dos melhores filmes do ano, peço desculpa pela ignorância, mas creio que o prémio para filmaço do milénio vai para o novo filme de Robert Rodriguez - MACHETE.

Este trailer é a edição especial do feriado mexicano 5 de Maio. De "Walking in Cambridge" directamente para a vossa casa, dou-vos o traileraço de MACHETE. Asseguro-vos que vos vai surpreender pelo estilo meio Tarantino.


Leia Mais…

sábado, 8 de maio de 2010

Simples mas eterno...

Há algo neste cartoon que o faz ser especial. Quando o vi pela primeira vez achei-o simples mas que ao mesmo tempo dizia tanto em tão poucas palavras. Não sei se ainda estou com aquele espírito de ver a nossa vida como algo finito e curto. Algo que não é assim tão de especial como nós queremos pintar. A verdade é que somos uns meros organismos baseados em carbono e hidrogénio como tantos outros, mas que temos a sorte de possuir uma capacidade de raciocínio que nos permite criar ilusões, poesias e imaginar o que foi e o que será um dia...

Mas tudo é temporário e um dia as nossas memórias e os nossos momentos irão perder-se no tempo...como lágrimas na chuva.


clicar para aumentar

Leia Mais…

Inception...

Provavelmente o filme do ano, mas como o ano ainda vai a meio, é prematuro dizer estas coisas.
Inception é o novo filme do Christopher Nolan (o génio por detrás da melhor sequela de sempre - Dark Knight) em que Leonardo di Caprio tenta brilhar com todo o seu esplendor.



Clicar na imagem para ver o trailer

Alguém já viu "The Cell"? Se nunca ninguém viu, então não se preocupem que talvez assim vos tenha sido poupado 1h30 de vida. Além disso, após eu ter visto o filme, fiquei maldisposto e comecei a bater nas pessoas com paus e atirar pedras. É muito muito mau. Mas uma pequena parte dentro de mim (ali ao pé do pancreas ou assim) tem receio e nem quero dizer isto em voz alta para não dar azar, mas espero bem que este Inception não seja um upgrade do "The Cell". Mas tenho confiança no Nolan e no di Caprio e especialmente no veterano Michael Cane. Há bastante sumo neste filme para termos um clássico...

Por falar em Cane, pelo que vemos no trailer, basta aparecer o Christian Bale ali disfarçado de morcego e temos mais uma sequela do Batman. Parece que quando o Christopher Nolan estava acabar de fazer o Dark Knight, que disse ao elenco para ir ali num instante ao estúdio ao lado e já que estavam com a mão na massa, fazer mais um filmezito...

Um agradecimento ao CINEBLOG pelo trailer.

Leia Mais…

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Scene 14

Eu nem sei o que é isto. O Super-Homem e a Mulher-Aranha juntos no mesmo filme.
Vale a pena ver.


Leia Mais…

Nós e a Natureza...

Há algo de sobrenatural na Natureza. Algo que nos faz sentir pequeninos.

É que nós, Humanidade, pensamos que atingimos o pico da sabedoria. Metemos um homem andar na Lua, estamos no topo da cadeia alimentar e ainda nos damos ao luxo de domesticar animais. Qual é o outro organismo vivo que consegue fazer o mesmo? Somos únicos e a nossa mais preciosa vantagem evolutiva não é a força, não é a rapidez nem tão pouco é a capacidade de caçar.

Nós, humanos, somos fracos, não temos pele a revestir o nosso corpo para nos proteger do frio, não temos garras nem mandibulas nem sequer força suficiente para matar um animal de grande porte. A nossa única vantagem evolutiva reside no nosso cérebro. Aquele pequeno órgão que pesa 1kg e 300gramas confere a possibilidade de termos internet, de caçar com armas que nos permitem matar ao longe, de construir altos e enormes prédios que nos abrigam da chuva e do frio, e podermos construir Lidls onde podemos comprar a comidinha já empacota, sem necessidade de ir para a selva caçar ursos e serpentes...

Mas com essa inteligência chega também a arrogância de que somos os melhores e mais poderosos. Essa arrogância toma um tom diferente quando nos deparamos com isto:











Falo do vulcão Eyjafjallajoekull na Islândia que há uma dúzia de dias rebentou a fumegar e a espalhar as suas cinzas pelos céus da Europa, provocando uma paralisação de 6 dias, cancelando mais de 17mil voos por dia e causando um prejuízo superior ao do 11 de Setembro, com valores acima dos 1.700 mil milhões de euros. Em Portugal os valores situaram-se entre os 35 e 40 milhões de euros.

É aqui que dizemos que ainda há coisas que não podemos controlar. Reparem no contraste entre um avião e o tamanho gigantesco dos fumos...


Leia Mais…

Photo XXXIX


ahahahahah

Leia Mais…

A Terra em Marte...

Pela primeira vez na História da Humanidade. Desde os tempos das cavernas em que contemplávamos os céus e imaginávamos o que por lá andava. Desde o tempo em que Galileu observou o planeta Marte... Temos pela primeira vez uma fotografia tirada em Marte, a uma distância média de 228 milhões de quilómetros, e em que é possível ver o planeta Terra.

Parece algo simples, mas temos uma imagem que nos permite ver (e não imaginar) o que seria estar em Marte e observar aquele pontinho no canto e saber que é a Terra. Quando olhamos para o planeta Marte nas noites de Verão e pensamos como seria viver aí, sabemos que se um dia caminharmos por lá, então esta será a visão da Terra a partir daí...



Um ponto branco no céu.

Leia Mais…

A semente do 3D...

Mulher garante que engravidou com filme porno em 3D

Uma mulher de 38 anos garante que engravidou depois de ver um filme pornográfico a três dimensões, na companhia das amigas. «Um mês depois de ver o filme, comecei a sentir enjoos e o resultado está aí», afirmou Jennifer Stewart.

Este parece ter sido o melhor argumento que encontrou para explicar ao marido, que esteve um ano numa base militar no Iraque, que tinha tido um bebé na sua ausência… negro, apesar de o casal ser caucasiano.

«Não vejo porquê desconfiar dela, até porque os filmes em 3D são muito reais e, com a tecnologia de hoje, tudo é possível», declarou o marido, Erick Johnson, que assumiu a paternidade da criança.

Agora, Jennifer diz que vai «processar o cinema e os produtores», considerando que está satisfeita pelo marido acreditar nela e saber que é «fiel».

(...silêncio perturbador e chocante...)

Mas o que é isto? Onde é que já se viu tamanha palhaçada?!?!? Além de estar completamente alucinada, mais alucinante é ter o marido acreditar e apoiar a mulher nesta lunática história. O filho nem sequer é caucasiano. A mulher foi tão idiota que o filho sai preto e depois culpa um filme porno em 3D. E ainda por cima vai processar os produtores.
Com classe!

O filho negro vai um dia ter que saber que o seu pai é um filme porno em 3D.

Quando eu penso que não há mais idiotice neste mundo, há sempre alguém que me surpreende.
Toda a notícia aqui. Embora eu ache que é demasiado ridículo e talvez se trate de uma notícia falsa.


Leia Mais…