sábado, 22 de maio de 2010

House do catano...



Vi ontem o último episódio de House.
Que grande série. Sem dúvida uma das melhores que anda por aí.
Mas como este é o último ano de Lost, estou certo que vai arrebatar tudo o que é prémio nos Emmys. A verdade é que Lost, que eu nunca pus os olhos em cima, criou uma massa de adeptos demasiado grande. Existem sites, existem teorias, existem imensas coisas que andam à volta de Lost. Tenho que arranjar as 6 temporadas e começar a ver desde o inicio, episódio a episódio...

Mas House é House. E há coisas que se distinguem numa série de topo. O tipo de filmagem, os ângulos, o tipo de luz e o argumento. House tem isto tudo, especialmente o tipo de luz que usa. Cada vez mais o tipo de luz é usado em sintonia com o argumento. Podem ver isso no clip da Nike do post anterior. A luz indicia o estado de espírito da cena. Tal como a banda sonora, a luz é um actor extra e invisível que participa activamente no decorrer da história, influenciando-a. E em House a luz é usada de forma sublime.

Ficamos então à espera da 7ª temporada...


0 Comentarios: